Erros num caderno do aluno: uma oportunidade de aprendizagem inexplorada em matemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1981-1322.2020.e70562

Palavras-chave:

Tipologias dos erros, Aprendizagem da matemática, Educação matemática

Resumo

Este artigo é resultado de uma pesquisa que tem como objectivo averiguar o que professores de matemática fazem com erros cometidos pelos alunos decorrentes da resolução dos trabalhos de casa no caderno. Foram selecionados 20 cadernos de alunos da 10ª classe de 5 Escolas Secundárias de Lichinga. Foram entrevistados 5 professores de matemática das escolas. A análise de dados efectuada seguindo a abordagem qualitativa, revelou que as resoluções dos trabalhos de casa não têm merecido atenção dos professores. Constatou-se que os erros cometidos estão relacionados com a realização incorreta de uma operação; compreensão conceitual insuficiente e a aplicação indevida das regras algorítmicas. Concluímos que avaliação formativa não tem sido a prática frequente o que constitui uma perca de oportunidade para garantir aprendizagem dos alunos. Sugerimos que seja desenvolvido um instrumento de análise de erros capaz de ser utilizado pelos professores e alunos.

Biografia do Autor

Eduardo Pêssuro (In memorian), Universidade Rovuma- Extensão de Niassa

Mestre em Ensino de Matemática

Geraldo Vernijo Deixa, Universidade Licungo

Doutor em Ensino de Ciências e Educação Matemática

Universidade Licungo, Departamento de Ciências Naturais, Matemática, Moçambique 

Rosalino Subtil Chicote, Universidade Rovuma- Extensão de Cabo Delgado

Mestrando em Educação/ Currículo

Licenciado em Ensino da Matemática pela Universidade Pedagógica de Moçambique, Delegação de Quelimane

Docente do Departamento de Ciências Naturais, Matemática e Estatística

 

Referências

Abrantes, P. Os “bons velhos tempos” são velhos mas não eram bons. Educação e Matemática. 1996.

Correia, C. E. F. “Os Erros no Processo de Ensino/Aprendizagem em Matemática”. Educação: Teoria e Prática, Rio Claro, São Paulo – v. 20, n. 34, Jan.–Jun. 2010.

Cury, H. N. & Konzen, B. Uma aplicação de jogos na análise de erros em educação matemática. REVEMAT - Revista Eletrônica de Educação Matemática. V2.6, p.107-117, UFSC: 2007.

Deixa, G. V.; Chicote, R. S; Sobra, L. Análise crítica dos livros didáticos de matemática de Moçambique à luz da Teoria Antropológico do Didático. Amazônia | Revista de Educação em Ciências e Matemática | v.15, n. 33, Jan-Jun 2019. p.108-120.

Deixa, G. Um estudo de enunciados de exames de matemática da 10.ª classe do sistema nacional de educação no período de 2000 à 2014, 2015. Actas da II Conferência da Universidade Pedagógica, Quelimane, Moçambique, 2016.

Gerken, C. H. S. & Santos, M. S. A gestão das relações em sala de aula. Revista Brasileira de Pesquisa Sobre Formação de Professores Autêntica. Volume 02 / n. 03 ago.-dez. 2010.

Gil, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5a edição, São Paulo, Atlas, 1999.

Hadji, C. Avaliação Desmistificada. Porto Alegre, ARTMED, 2001.

INDE. Matemática, Programa da 10ª Classe. Maputo, 2010.

La Taille, Y. “O erro na perspectiva piagetiana”. In: AQUINO, Júlio Groppa (org.). Erro e fracasso na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo, Summus, 1997, pp. 25-44.

Libâneo, J. C. Didáctica.São Paulo, Editora Cortez, 1994.

Luckesi, C. C. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. 6ª edição, São Paulo, Cortez, 1997.

Pinto, N. B. O Erro como Estratégia Didáctica. Campinas, Papirus, 2000.

Radatz, H. Students’ Erros in mathematical Learning process: a Survey. For the Learning of Mathematics. 1, 1 (July, 1980). Montreal: FML Publishing Association, 1980.

Ramos, M. L. P. D;. A importância da análise didática dos erros matemáticos como estratégia de revelação das dificuldades dos alunos. REVEMAT. Florianópolis (SC), v.10, n. 1, p. 132‐149, 2015. http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2015v10n1p132

Rosso, A. J. & Berti, N. M. “O Erro e o Ensino-aprendizagem de Matemática na Perspectiva do Desenvolvimento da Autonomia do Aluno”.Bolema. Rio Claro (SP), v. 23, nº 37, p. 1005-1035, dezembro 2010.

Vurande, T. E. C. A Gestão Pedagógica do Erro no Processo de ensino e aprendizagem da Matemática. 2006. Dissertação (Mestrado em Educação/ Currículo) -Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em Convênio com a Universidade Pedagógica, São Paulo.

Downloads

Publicado

2020-07-21

Edição

Seção

Artigos