Um estudo sobre o capítulo XXV da "De Divina Proportione" (1509) de Luca Pacioli (1447-1517)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1981-1322.2020.e72328

Palavras-chave:

Poliedros regulares, Luca Pacioli, De Divina Proportione, Geometria espacial, História da matemática

Resumo

O presente estudo trata-se de um recorte da pesquisa de mestrado em andamento e tem por objetivo apresentar a definição de corpos regulares adotada pelo frade italiano Luca Pacioli (1447-1517) em seu tratado intitulado De Divina Proportione, publicado em 1509, listando alguns casos considerados possíveis e impossíveis perante as condições descritas pelo autor. Na intenção de colaborar no ensino de Geometria Espacial sobre os corpos regulares, este estudo traz alguns detalhes acerca da definição utilizada pelo frade, elencando características relevantes e exemplos de situações trazidos no tratado. Percebendo, através desse estudo, que o ensino sobre corpos regulares através das propriedades citadas por Luca Pacioli pode contribuir na compreensão de conceitos sobre essa temática, idealiza-se como passos seguintes a realização de ações que contribuam na formação de professores de matemática e, consequentemente, de seus alunos da Educação Básica.

Biografia do Autor

Alison Sousa da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), licenciado em Matemática pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Atualmente é professor efetivo de matemática (Ensino Médio) no Governo do Estado do Ceará e membro do Grupo de Pesquisa em Educação e História da Matemática (GPEHM UECE). http://lattes.cnpq.br/9401835045883985

Ana Carolina Costa Pereira, Universidade Estadual do Ceará

Possui graduação em Licenciatura Plena Em Matemática pela Universidade Estadual do Ceará (2001), mestrado em Educação Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2010). Atualmente é coordenadora de curso de matemática da Universidade Aberta do Brasil, professora Adjunta da Universidade Estadual do Ceará, líder do Grupo de Pesquisa em Educação e História da Matemática e Diretora da Sociedade Brasileira de Educação Matemática - Regional do Ceará. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino de Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: geometria, livros didáticos, história da matemática, educação matemática e história da educação matemática. http://lattes.cnpq.br/1062497580478584

Referências

Beltran, M. H., Saito, F., & Trindade, L. d. (2014). História da Ciência para formação de professores. São Paulo: Livraria da Física.

Bertato, F. M. (2010). A "De Divina Proportione" de Luca Pacioli: tradução anotada e comentada. Campinas: UNICAMP.

Brasil. (05 de março de 2002). Parecer CNE/CES 13022/2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para os curoso de Matemática, Bacharelado e Licenciatura. Fonte: Diário Oficial da União: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES13022.pdf

Brasil. (2018). Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Brasília: MEC.

Euclides. (2009). Os elementos. (I. Bicudo, Trad.) São Paulo: UNESP.

Kripka, R. M., Scheller, M., & Bonotto, D. d. (2015). Pesquisa Documental: considerações sobre conceitos e características na Pesquisa Qualitativa. Congresso Ibero-Americano em Investigação Qualitativa (pp. 243-247). Aracaju: CIAIQ2015.

Pereira, A. C., & Saito, F. (2019). A reconstrução do Báculo de Petrus Ramus na interface entre história e ensino de matemática. Cocar, 342-372.

Pereira, A. C., & Saito, F. (2019). Os conceitos de perpendicularidade e de paralelismo mobilizados em uma atividade com o uso do báculo (1636) de Petrus Ramus. Educação Matemática Pesquisa, 405-432.

Saito, F. (2015). História da matemática e suas (re)construções contextuais. São Paulo: Livraria da Física.

Saito, F., & Dias, M. d. (2013). Interface entre história da matemática e ensino: uma atividade desenvolvida com base num documento do século XVI. Ciência & Educação, 89-11.

Saito, F., & Pereira, A. C. (2019). A elaboração de atividades com um antigo instrumento matemático na interface entre história e ensino. Fortaleza: SBHMat.

Downloads

Publicado

2020-08-28

Edição

Seção

Artigos