Uma sequência didática baseada na resolução de problemas e em material manipulativo envolvendo funções exponenciais e logarítmicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1981-1322.2020.e73430

Palavras-chave:

Função exponencial, Régua de cálculo, Logaritmo

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo apresentar uma atividade contendo uma situação problema norteadora que descreve a taxa de crescimento da população infectada por uma doença viral. Sua solução envolve a função exponencial na modelagem e a aproximação de valores de logaritmos de base 10 com a régua de cálculo. Essa atividade faz parte da dissertação de Mestrado de uma das autoras que busca voltar à atenção dos educadores para a utilização de situações-problema e material manipulativo como ferramentas que visam despertar o interesse e a participação dos discentes no processo de ensino e aprendizagem. Com o intuito de verificar a eficiência de tais estratégias didáticas no ensino da Matemática, realizou-se uma pesquisa com alunos do primeiro ano do XXXX (XXXX). Os resultados obtidos sugerem que os recursos didáticos utilizados são cativantes e capazes de aproximar o mundo matemático dos discentes.

Biografia do Autor

Cristiana Andrade Poffal, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Dra. Engenharia Mecânica

Professora Associada da Universidade Federal do Rio Grande

Instituto de Matemática, Estatística e Física

Bárbara Denicol do Amaral Rodriguez, Universidade federal do Rio Grande - FURG

Dra. Engenharia Mecânica

Professora Associada da Universidade Federal do Rio Grande

Cassia Gonçalves D'Ávila

Mestre em Matemática

Referências

Allevatto, N.S.G. Trabalhar através da resolução de problemas: possibilidades em dois diferentes contextos. VIDYA, Santa Maria, v. 34, n. 1, p. 209-232, jan./jun. 2014. Recuperado de https://www.periodicos.unifra.br/index.php/VIDYA/article/view/26

Lei n 9.394/96, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Brasília, DF. Recuperado de https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/ handle/id/70320/65.pdf

Chacón, I. M. G. (2003). Matemática emocional: os afetos na aprendizagem matemática. Porto Alegre: Artmed.

Coelho, P. (2015) História dos Logaritmos e da Régua de Cálculo. Recuperado de http://www.engquimicasantossp.com.br/2015/09/historia-logaritmos-regua-de-calculo

Cury, A. (2017). 20 regras de ouro para educar filhos e alunos: como formar mentes brilhantes na era da ansiedade. São Paulo: Planeta.

Dante, L. R. (2003). Didática da Resolução de problemas de Matemática. São Paulo: Ática.

Fernandes, C. & Rombauer, E. (2017) Precisamos ouvir mais os jovens. Recuperado de: https://www.todospelaeducacao.org.br//arquivos/biblioteca/olho_metas_2015_ 16_final.pdf

Gervázio, S. N. (2017). Materiais concretos e manipulativos: uma alternativa para simplificar o processo de ensino/aprendizagem da matemática e incentivar à pesquisa. C.Q.D.– Revista Eletrônica Paulista de Matemática, v. 9, 42-55, doi: 10.21167/cqdvol9201723169664sng4255

Kamii, C. (1994). Aritmética: novas perspectivas implicações da teoria de Piaget. São Paulo: Papirus.

Leite, W. S. S. & Ribeiro, C. A. do N. (2012). A inclusão das TICs na educação brasileira: problemas e desafios. Revista Internacional de Investigación en Educación. Recuperado de http://revistas.javeriana.edu.co/index.php/MAGIS/article/view/ 4172/3174f.

Leivas, J., Vargas, A. & Soares, G. (2020). Percepções e sentimentos dos alunos do ensino médio em relação à matemática. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, v.7, n. 19, 05–23.

Maor, E. (2008). 𝑒: A história de um número. Rio de Janeiro: Record.

Melo, M. C. P & Justulin, A. M. (2019). Resolução de Problemas: um caminho para o ensino da matemática. Ensino e Tecnologia em Revista, Londrina, v. 3, n. 1, 112-128.

Mendes, I. A. (2009). Matemática e investigação em sala de aula: tecendo redes cognitivas na aprendizagem. São Paulo: Livraria da Física.

Ministério da Educação e Cultura. (2017). Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC. Recuperado de http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wpcontent/uploads/2018/04/BNCC_EnsinoMedio_embaixa_site.pdf

Paiva, A. M. S. & Sá, I. P. (2016). Raciocínio lógico e resolução de problemas: contribuições para a práxis pedagógica. Revista Práticas em Educação Básica. v.1.

Rêgo, R. M. do & Rêgo, R. G. do. (2006). Desenvolvimento e uso de materiais didáticos no ensino de matemática. Campinas: Autores Associados.

Rodrigues, L. L. (2005). A matemática ensinada na escola e a sua relação com o cotidiano. Recuperado de http://www.ucb.br/sites/100/103/TCC/12005/ LucianoLimaRodrigues.pdf

Santos, L.A. (2015). Utilização de Material Concreto no Ensino de Matemática: uma experiência com o teodolito caseiro no ensino de trigonometria. (Dissertação de Mestrado em Matemática). Fundação Universidade Federal de Rondônia, Rondônia.

Silveira, D. da S. (2012). Professores dos Anos Iniciais: experiências com o material concreto para o ensino de matemática. (Dissertação de Mestrado em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde). Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande.

Souza, J. R. de. (2013). Matemática: novo olhar. São Paulo: FTD. v. 1.

Downloads

Publicado

2020-07-21

Edição

Seção

Relatos de Experiências