Tradução da Bíblia Hebraica em dez versões brasileiras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2018v38n3p68

Palavras-chave:

Tradução, Bíblia hebraica, Exegese, 1 Re 22, 21, Sl 53, 3.5.7

Resumo

O objetivo do artigo é, com foco em quatro passagens, analisar dez diferentes versões brasileiras da Bíblia Hebraica. As quatro passagens analisadas nas dez versões são 1 Re 22,21 e Sl 53,3.5.7. O exercício constituiu-se das seguintes etapas: seleção de dez representativas versões vernaculares da Bíblia Hebraica, escolha das passagens a serem comparadas, tradução das passagens da Bíblia Hebraica, análise das passagens nas versões, da Bíblia Hebraica e da tradução autoral. O resultado revelou que, com apenas uma ou outra variada exceção, as versões cometem sistematicamente e em conjunto os mesmos tipos de desvios na tradução do texto hebraico. Uma vez que as passagens escolhidas não apresentam dificuldades significativas ao tradutor/intérprete, levantam-se hipóteses indiciárias para a explicação do resultado, como, por exemplo, pressões de ordem teológica operando no processo de tradução.

 

Biografia do Autor

Osvaldo Luiz Ribeiro, Faculdade Unida de Vitória, Vitória, Espírito Santo

Pós-doutorado em Ciência da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2016). Doutorado em Teologia (Bíblia Hebraica) pela PUC-Rio (2008). Bacharelado em Teologia pela Faculdade Teológica Batista do Paraná (2008). Mestrado (livre) em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Rio de Janeiro (2003). Bacharelado em Teologia (livre) pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (1992). Coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Ciências das Religiões da Faculdade Unida de Vitória (2014). Professor do Programa de Mestrado Profissional em Ciências das Religiões da Faculdade Unida de Vitória (2011).

Referências

Bíblias

NOVA BÍBLIA PASTORAL. São Paulo: Paulus, 2014.

BÍBLIA SAGRADA. Tradução da CNBB, com introduções e notas. São Paulo: Ave Maria, Loyola, Salesiana, Paulus, Paulinas; Aparecida: Santuário e Petrópolis: Vozes, 2001.

A BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo: Paulus, 1985.

A BÍBLIA SAGRADA. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2 ed. Barueri: SBB, 1993.

A BÍBLIA SAGRADA. Versão revisada da tradução de João Ferreira de Almeida, de acordo com os melhores textos em hebraico e grego. São Paulo: Candeia; Rio de Janeiro, IBB, 2000.

BÍBLIA SAGRADA. Nova Versão Internacional. São Paulo: Sociedade Bíblia Internacional, 2000.

BÍBLIA DO PEREGRINO. São Paulo: Paulus, 2002.

BÍBLIA. Mensagem de Deus. São Paulo: Loyola, 1989.

BÍBLIA. Tradução ecumênica. 2 ed. São Paulo: Loyola, 1995.

Bibliografia

ALONSO-SCHÖKEL, L. Dicionário bíblico hebraico-português. Trad. De Ivo Storniolo e José Bortolini. São Paulus: Paulus, 1997.

ALONSO-SCHÖKEL, L. e CARNITI, C. Salmos I. Salmos 1-72. Trad. De João Rezende Costa. São Paulo: Paulus, 1996.

AUBERT, F. H. Modalidades de tradução: teoria e resultados. TradTerm, v. 5, n. 1, 1998, p. 99-128.

AUERBACH, E. A cicatriz de Ulisses, In: AUERBACH, E. Mimesis. A representação da realidade da literatura ocidental. 6 ed. Vários tradutores. São Paulo: Perspectiva, 2013.

BARR, J. “Determination” and the Definite Article in Biblical Hebrew. Journal of Semitic Studies, v. 34, n. 2, 1989, p. 307-335.

COHEN, H. R. Biblical hapax legomena in the light of Akkadian and Ugarit. Ann Arbor: Scholars Press, 1978.

GALLOIS, D. Traduções e aproximações indígenas à mensagem cristã. Cadernos de Tradução, v. 2, n. 30, 2012, p. 63-82.

GUEDES, C. P. da S., RODRIGUES, R. R. e MOZZILLO, I. F. Modalidades de tradução: uma investigação do conto traduzido “Dez de Dezembro”. Cadernos de Tradução, v. 37, n. 2, 2017, p. 80-100.

HAMORI, E. J. The Spirit of Falsehood. The Catholic Biblical Quaterly, n. 72, 2010, p. 15-30.

HARRIS, g. h. Does God deceive? “Deluding influence” of Second Thessalonians 2:11. The Master’s Seminary Journal, n. 16, v. 1, 2005, p. 73-93.

KRAUS, H. Los Salmos. Volumen I. Salmos 1-59. Trad. de Constantino Ruiz-Garrido. Salamanca: Sígueme, 2009.

LAFFEY, a. l. 1 e 2 Reis. In: BERGANT, D. e KARRIS, R. J. (org). Comentário Bíblico. I. Introdução. Pentateuco. Profetas Anteriores. 3 ed. Trad. Ivo Storniolo. São Paulo: Loyola, 1999, p. 273-292.

KHAN, G. (ed). Encyclopedia of Hebrew Language and Linguistics. V. 3. P-Z. Leiden: Brill, 2013.

KOEHLER, L. e BAUMGARTNER, W. The Hebrew and Aramaic lexicon of the Old Testament. V. III: פ – שׂ. Transl. by M. E. J. Richardson. Leiden: Brill, 1996.

LINVILLE, J. R. Israel in the Book of Kings. The Past as a Project of Social Identity. Sheffield: Sheffield Academic Press, 1998.

LONG, J. C. 1 & 2 Kings. Joplin: College Press, 2002.

MAYHUE, R. L. False prophets and the deceiving spirit. The Master’s Seminary Journal, n. 4, v. 2, 1993, p. 135-163.

METZGER, B. M. Persistent problems confronting Bible translators. Bibliotheca Sacra, n. 150, 1993, p. 273-284.

NEVES, M. H. de M. e LOPES, M. M. M. Texto bíblico e “tradução”: a “voz divina” no plano humano da coenunciação. Cadernos de Tradução, v. 36, n. 2, 2016, p. 205-236.

REIMER, H. Sobre economia do Antigo Israel e no espelho de textos da Bíblia Hebraica. In: RICHTER REIMER, Ivoni (Ed.). Economia no mundo bíblico. Enfoques sociais, históricos e teológicos. São Leopoldo: Sinodal; Cebi, 2006, p. 7-32.

RIBEIRO, O. L. Bünê ´ädäm. Os “filhos de Adão” na Bíblia Hebraica. Reflexus, v. 5, n. 6, 2011, p. 145-161.

ROMANELLI, S., MAFRA, A. e DE SOUZA, R. D. Pedro II tradutor. Análise do processo criativo. Cadernos de Tradução, v. 2, n. 30, 2002, p. 101-118.

SHEAD, S. L. Radical Frame Semantics and Biblical Hebrew. Exploring Lexical Semantics. Leiden: Brill, 2012.

SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL. Princípios de tradução. Disponível em http://www.sbb.org.br/a-biblia-sagrada/principios-de-traducao.

STEFANINK, B. e BĂLĂCESCU, I. The hermeneutical approach in translation studies. Cadernos de Tradução, v. 37, n. 3, 2017, p. 21-52.

TOV, E. Textual Criticism of the Hebrew Bible. 3 ed. Minneapolis: Fortress Press, 2012.

TREBOLLE BARRERA, J. A Bíblia judaica e a Bíblia cristã. Trad. de Ramiro Mincato. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

VAN DER MERWE, C. H. J., NAUDÉ, J. A. e KROEZE, J. H. A biblical Hebrew reference grammar. Sheffield: Sheffield Academic Press, 1999.

WEISER, A. Os Salmos. Trad. Ivo Storniolo. São Paulo: Paulus, 1994.

Downloads

Publicado

2018-09-12