Planejamento Estratégico Pessoal: a caminho de um referencial

Marilei Osinski, Maurício Fernandes Pereira, Dyogo Felype Neis, Siqueira de Moraes Neto

Resumo


Este artigo visou identificar o perfil das pessoas que utilizam o Planejamento Estratégico Pessoal e, a partir disto, avaliar os elementos teóricos e empíricos necessários para a formulação de um referencial metodológico de Planejamento Estratégico Pessoal. Ampliando a concepção de Planejamento Estratégico no âmbito organizacional para a vida pessoal, a pesquisa desenvolve-se com base na literatura de Planejamento Estratégico Pessoal. A coleta dos dados primários foi realizada através da aplicação de um questionário com 35 questões, disponibilizado por mais de 60 dias em dois sites institucionais da UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina. Ao todo, 345 pessoas responderam ao questionário. Dentre os resultados da pesquisa destacam-se que o sentido de “riqueza” extrapola os temas relacionados ao dinheiro, as pessoas entre a faixa etária de 26 a 30 anos são os que mais planejam e que 75% dos entrevistados utilizam alguma forma de planejamento pessoal.


Palavras-chave


Riqueza; Planejamento Estratégico Pessoal; Planejamento Estratégico.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8077.2013v15n37p121

Revista de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Administração, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista RCA, encaminhe um e-mail para rca.cse@contato.ufsc.br

ISSNe 2175-8077    ISSN 1516-3865

Licença Creative Commons
This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.