Transição ensino médio - ensino de engenharia na perspectiva do professor de matemática

Autores

  • Elenilton Vieira Godoy Universidade Federal do Paraná
  • Fabio Gerab Centro Universitário FEI

DOI:

https://doi.org/10.5007/1982-5153.2018v11n2p361

Resumo

O presente estudo faz parte do projeto “Desafios do ensino de Matemática nos cursos de Engenharia, no século XXI”, que busca investigar e propor ações para a melhoria da transição Ensino Médio – Ensino de Engenharia. Foram analisadas as respostas de 27 docentes do Departamento de Matemática de uma tradicional escola de Engenharia do ABC Paulista a um questionário contendo 49 questões. A amostra coletada representou 69% da população de interesse. A análise dos dados ocorreu por meio do tratamento estatístico e por meio de Análise de Conteúdo. Por meio destas análises foram criados cinco constructos pertinentes ao trabalho docente. Os resultados apontam para uma opinião relativamente homogênea sobre os constructos identificados. As pequenas diferenças entre os grupos de professores parecem estar associadas às concepções pedagógicas de cada docente, sem com isso, indicar um grupo característico de professores. Constata-se forte adesão dos docentes à cultura organizacional da IES. Assim, mudanças de abordagens pedagógicas devem atentar-se às políticas institucionais, pois a visão corporativa na IES e suas tradições sobrepor-se às visões individuais. 

Biografia do Autor

Elenilton Vieira Godoy, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Bacharelado em Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998), graduação em Licenciatura Plena em Matemática pelo Centro Universitário Sant’Anna (1999), mestrado em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002), doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2011) e pós-doutorado em Educação junto à Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2018). Atualmente é professor do departamento de Matemática, do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Tem experiência na área de Ensino de Matemática desenvolvendo estudos e pesquisas associadas aos aspectos teóricos do currículo da Matemática escolar e à transição do Ensino Médio para o Ensino Superior. ORCID iD: 0000-0001-8081-5813.

Fabio Gerab, Centro Universitário FEI

Possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo (1985), mestrado em Física Nuclear pela Universidade de São Paulo (1989), doutorado em Física Aplicada pela Universidade de São Paulo e parcialmente desenvolvido na Universidade de Lund, Suécia (1996) e pós-doutorado em HR-ICP-MS junto ao Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (1997). Mais de dez anos de experiência em desenvolvimento de produto na indústria automotiva. Professor Titular e chefe do Departamento de Matemática do Centro Universitário FEI. Líder do Grupo de Educação Matemática e Matemática no Ensino Superior - GEMMES, cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. Tem experiência nas áreas de Educação, Estatística, Física Nuclear, Física Aplicada à Estudos Ambientais, Engenharia Automotiva, Acústica e Vibração, Ergonomia Automotiva e Gestão da Qualidade. ORCID iD: 0000-0001-7869-8048

Downloads

Publicado

2018-11-28

Edição

Seção

Artigos