A constituição dos saberes de lógica na formação de professores de matemática da Universidade Estadual de Feira de Santana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1982-5153.2021.e75183

Palavras-chave:

Formação de professores de matemática, Universidade Estaual de Feira de Santana, Lógica matemática e teoria dos conjuntos;, Saberes profissionais, Pesquisa histórico-filosófica, Lógica matemática e teoria dos conjuntos

Resumo

O objetivo deste artigo foi divulgar o resultado da investigação sobre a constituição dos saberes da Lógica no curso de formação de professores de matemática da Universidade Estadual de Feira de Santana. Para isso, realizamos um estudo das ferramentas teórico-metodológicas apresentadas por Hofstetter e Schneuwly (2017) sobre os saberes profissionais constituídos para o ensino e a formação de professores. A discussão foi pautada por uma análise dos projetos político-pedagógicos desta Universidade desde a implantação do curso de Licenciatura Plena em 1976, passando pelo currículo 314 até o currículo 318-atualizado em 2018. A disciplina que trata dos saberes da Lógica pelos professores neste curso de formação de professores foi constituída no Departamento de Ciências Humanas e Filosofia sob o título de Tópicos Especiais em Lógica migrando para o Departamento de Ciências Exatas com o nome de Lógica Matemática e Teoria dos Conjuntos implantada no currículo 318. Sendo educadores matemáticos, entendemos que os conteúdos transversais da Lógica são tratados nas demais disciplinas do curso o método dedutivo com teoria dos conjuntos como linguagem ou mesmo quando utilizados testes matemáticos, saberes de lógica proposicional e lógica de predicados.

Biografia do Autor

Rosemeire de Fatima Batistela, Universidade Estadual de Feira de Santana

Fez Licenciatura em Matemática (1998 - 2001) na UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho campus de Rio Claro/SP. Fez Mestrado (2003-2004) e Doutorado (2013-2016) em Educação Matemática na mesma Instituição. Tem experiência na área de Ensino de Matemática, Geometria Euclidiana, Filosofia da Matemática e Lógica Matemática. É docente da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) desde 2011 e atualmente está como professora Adjunta B da área de Educação Matemática do Departamento de Ciências Exatas da UEFS. Participa do Grupo de Pesquisa Fenomenologia e Educação Matemática (FEM) e lidera em parceria o Grupo de Pesquisa Laboratório de Integração e Articulação entre Educação Matemática e Escola (LIAPEME).

Eliene Barbosa Lima, Universidade Estadual de Feira de Santana

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual de Feira de Santana, Mestrado e Doutorado em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela Universidade Federal da Bahia/Universidade Estadual de Feira de Santana. Atualmente é professora adjunta do Departamento de Ciências Exatas da Universidade Estadual de Feira de Santana, vinculada a área de Educação Matemática. É uma das coordenadoras do Laboratório de Integração e Articulação entre Pesquisa em Educação Matemática e Escola (LIAPEME) e conduz as discussões na linha de pesquisa História da Matemática e de seu ensino. Tem experiência na área de Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Matemática e do seu ensino, notadamente na história e ensino do cálculo e da álgebra; bem como na história do livro didático de matemática e da formação do professor que ensina matemática.

Marcelo Leon Caffe de Oliveira, Universidade Estadual de Feira de Santana

É Licenciado em Matemática pela Universidade Federal da Bahia (1995), especialista em Política do Planejamento Pedagógico: Currículo, Didática e Avaliação pela Universidade do Estado da Bahia (2005), mestre em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela Universidade Estadual de Feira de Santana e pela Universidade Federal da Bahia (2007) e é doutorando no mesmo programa. Atualmente é professor assistente da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e membro do Laboratório de Integração e Articulação entre Pesquisas em Educação Matemática e Escola (LIAPEME). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino de Matemática, Lógica Matemática, Geometria Euclidiana e leitura e escrita em Matemática.

Referências

ALENCAR FILHO, E. Introdução à Lógica Matemática. São Paulo: Nobel, 1969.

ALENCAR FILHO, E. Iniciação à Lógica Matemática. São Paulo: Nobel, 1986.

ALENCAR FILHO, E. Iniciação a Lógica Matemática. São Paulo: Nobel, 2002.

BARBOSA, R. M. Elementos de Lógica Aplicada ao Ensino Secundário. São Paulo: Nobel, 1968.

BATISTELA, R. F. O Teorema da Incompletude de Gödel em cursos de licenciatura em Matemática. Tese (Doutorado em Educação Matemática) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2017.

BENZECRY, V. S. J.; RANGEL, K. A. Como desenvolver o raciocínio lógico: soluções criativas na Teoria dos Conjuntos. Rio de Janeiro: LTC, 2004.

CARAÇA, B. J. Conceitos Fundamentais da Matemática. Gradiva: Lisboa, 1984.

CASTRUCCI, B. Introdução à Lógica Matemática. São Paulo: Nobel, 1973.

CASTRUCCI, B. Introdução à Lógica Matemática. São Paulo: Nobel, 1984.

CERQUEIRA, L. A.; OLIVA, A. Introdução à Lógica. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1982.

COPI, I. M. Introdução à Lógica. Tradução de Álvaro Cabral. São Paulo: Mestre Jou, 1979.

CURY, M. X. Introdução à Lógica. São Paulo: Editora Érica, 1996.

CYRINO, H. F. F.; ARANTES, F. Lógica Matemática e Lógica Digital. Campinas: Papirus, 1984.

MENDELSON, E. Álgebra Booleana e Circuitos. São Paulo: McGraw-Hill, 1977.

GARNICA, A. V. M. Cartografias contemporâneas: mapa e mapeamento como metáforas para a pesquisa sobre a formação de professores de Matemática. ALEXANDRIA: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, Florianópolis, v. 6, n. 1, p. 35-60, 2013.

HEGENBERG, L. Lógica Simbólica. São Paulo: Herder, 1966.

HEGENBERG, L. Lógica: o cálculo sentencial. São Paulo: Herder, 1973.

HEGENBERG, L. Como vai a Lógica no Brasil? Convivium, São Paulo, n. 4, p. 334-341, 1986.

JACOB, D. Lógica e Álgebra de Boole. São Paulo: Atlas. 1986.

LIMA, A. C. Lógica e Linguagem. Salvador: Centro Editorial e Didático da UFBA, 1993.

LIMA, A. C. Lógica Formal: origens e aplicações. Salvador: Quarteto, 2010.

LIMA, E. B. Matemática e matemáticos na Universidade de São Paulo: italianos, brasileiros e bourbakistas (1934-1958). 2012. Tese (Doutorado em Ensino, Filosofia e Histórias das Ciências) – Instituto de Física, Universidade Federal da Bahia; Universidade Estadual de Feira de Santana, Salvador, 2012.

LIMA, E. B.; DIAS, A. L. M. O Curso de Análise Matemática de Omar Catunda: uma forma peculiar de apropriação da Análise Matemática Moderna. Revista Brasileira de História da Ciência, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p. 211-230, jul./dez. 2010a.

LIMA, E. B.; DIAS, A. L. M. Concepções modernas de rigor: Omar Catunda, Jacy Monteiro e o Movimento da Matemática Moderna no Brasil. In: FLORES, C.; ARRUDA, J. P. (org.). A Matemática Moderna nas escolas do Brasil e de Portugal: contribuição para a história da Educação Matemática. São Paulo: Annablume, 2010b. p. 171-184.

NOLT, J.; ROHATYN, D. Lógica. Trad. Mineko Yamashita e revisão técnica de Leila Zardo Puga. São Paulo: McGraw-Hill, 1991.

O’CONNOR, J. J.; ROBERTSON, E. F. George Boole. In: University of St Andrews. School of Mathematic and Statistics. MacTutor history of mathematics archive. Scotland, 2004.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA. Projeto para a implantação do curso de Licenciatura Plena em Ciências. Feira de Santana: UEFS, 1976.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA. Projeto para a implantação do curso de Licenciatura em Matemática. Feira de Santana: UEFS, 1984.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA. Projeto pedagógico do curso de Licenciatura em Matemática. Feira de Santana: UEFS, 2000.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA. Projeto pedagógico do curso de Licenciatura em Matemática. Feira de Santana: UEFS, 2018.

RIBEIRO NETO, N. A. Uma análise sobre as ementas e as bibliografias utilizadas em componentes de Lógica em cursos de Licenciatura em Matemática da região Nordeste. Trabalho de Conclusão de Curso (graduação em licenciatura em Matemática). Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2015.

SOUZA, J. M. Currículo, Inovação e Flexibilização na perspetiva académica. In: MORGADO, J. C. et al (Org.). Currículo, Inovação e Flexibilização. Santo Tirso: De Facto Editores. p. 73-81, 2019.

Arquivos adicionais

Publicado

2021-11-16

Edição

Seção

Artigos