Os Procedimentos Discursivos Didáticos como saberes experienciais exemplares de um formador de professores de física

Rodrigo Drumond Vieira, Viviane Florentino de Melo, José Roberto da Rocha Bernardo

Resumo


Neste artigo partimos da problemática da profissionalização do ensino e dos saberes docentes para apresentar e discutir a nossa proposta discursiva para investigação de saberes docentes experienciais de um professor formador experiente da área de didática da física. Nossas análises privilegiam os saberes experienciais que temos chamado de “Procedimentos Discursivos Didáticos” (PDD), que são os meios (mecanismos) pelos quais os professores satisfazem seus objetivos didáticos e gerenciam o discurso estabelecido em sala de aula. A objetividade dos saberes experienciais assim identificados se baseia no caráter argumentativo, evidenciado pelas análises discursivas. Consideramos que a análise e mapeamento desses procedimentos pela pesquisa podem informar a prática de outros professores, contribuindo assim para a transformação de ideias e práticas. Concluímos reforçando a necessidade de compor um quadro procedimental mais amplo, que envolva a diversidade discursiva presente em aulas de formação de professores de ciências e de física em particular. 


Palavras-chave


Saberes docentes; Procedimentos Discursivos Didáticos; Formação de Professores

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2014v31n2p289

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >