Modelos de pedagogia de professores de Física: características e desenvolvimento

Erika Zimmermann

Resumo


Este artigo, tomando como base os trabalhos de Toulmin (1972), Chinn
e Brewer (1993) e Zimmermann (1997a,b,c), discute as características
e o desenvolvimento dos modelos de pedagogia (estruturas práticopedagógicas)
adotados por professores de Física. Usando uma
estrutura metodológica interpretativa-construtivista, foram analisadas
as noções de ensino, de aprendizado e de ciência apresentadas por
cinco professores de Física e, como estas noções e idéias são
convertidas em atividades de ensino em suas salas de aula. Estes
estudos de caso mostram a abrangência dos modelos de natureza da
ciência e dos modelos do processo de aprendizado de professores de
Física, e, em especial, como estes modelos interagem para formar os
seus modelos de pedagogia. A análise dos dados coletados envolveu o
desenvolvimento de um sistema de categorias baseado nas declarações,
no comportamento em sala de aula e nas metáforas usadas pelos
professores para descrever seus papéis e os papéis atribuídos aos
alunos. A análise dos dados aponta para as maneiras como os modelos
de pedagogia de professores de física são desenvolvidos e as
influências que estes acarretam. Finalmente, as implicações para a
formação de professores advindas deste múltiplo estudo de caso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >