Slackline: vivências acadêmicas na educação física

Dimitri Wuo Pereira

Resumo


A formação em Educação Física só alterou seu caráter tradicional a partir dos anos 1980 com uma formação mais científica, porém algumas dicotomias permanecem. Esse estudo analisa essas contradições a partir da modalidade Slackline verificando seu potencial para os estudantes de graduação. O método escolhido teve uma abordagem quantitativa e qualitativa incluindo como instrumentos: diário de campo, relato de experiência e uma prova prática de Slackline. Os resultados mostraram que a avaliação foi valiosa para a aprendizagem, que a técnica de movimentação foi efetiva no processo de ensino e que o desafio proposto atingiu as dimensões procedimentais, atitudinais e conceituais.


Palavras-chave


Slackline; educação física; formação

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2013v25n41p223



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA