O ensino das lutas na Educação Física escolar: uma experiência no ensino fundamental

Raphael Gregory Bazílio Lopes, Tiemi Okimura Kerr

Resumo


A Educação Física brasileira é controversa quanto aos seus conteúdos: ao mesmo tempo em que se declaram diversas possibilidades de tematização, nota-se que aquelas que se apresentam no cotidiano das aulas são retratos da área em décadas passadas. O estudo tem o objetivo de relatar possibilidades de inclusão das Lutas nas aulas de Educação Física para alunos do sexto ano do ensino fundamental a partir de jogos. Foi proposto um percurso com quatro situações de aprendizagem em que se buscou a compreensão e a experimentação dos princípios condicionais das Lutas e suas classificações por tipo de contato e distância. Destacam-se as aprendizagens que permitiram a interconexão entre o saber fazer e as razões do fazer de diferentes situações-problema. Além disso, esta experiência rompe com alguns paradigmas recorrentes, como a questão da violência ou a necessidade de ser especialista em Lutas para abordá-las.


Palavras-chave


Cultura de Movimento; Educação Física Escolar; Lutas

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2015v27n45p262



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA