A prática pedagógica da Educação Física na escola de tempo integral num olhar multirreferencial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2020e72684

Palavras-chave:

Educação física, Escola de tempo integral, Prática pedagógica, Multirreferencialidade

Resumo

O presente artigo é um ensaio teórico que objetiva apresentar uma reflexão sobre a prática pedagógica da Educação Física na escola de tempo integral a partir do fundamento epistemológico da multirreferencialidade. A multirreferencialidade é uma perspectiva epistemológica que nega a existência do conhecimento de um ponto de vista purista e monológico, compreendendo os fenômenos em sua complexidade. A Educação Física, enquanto prática pedagógica, por muito tempo se justificou pelo referencial da aptidão física e do rendimento com o fim da formação esportiva, privilegiando uma formação voltada para a técnica do movimento padronizado, ficando restrita a referenciais únicos. É como espaço de relações plurais que concebemos a escola de tempo integral, e a Educação Física como parte desse contexto deve desenvolver uma prática pedagógica que perspective uma leitura plural a consciência corporal dos sujeitos implicados, fazendo-os compreender sua participação na sociedade como agentes, atores e autores que criam sentidos. 

Biografia do Autor

Mackson Luiz Fernandes da Costa, Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN)

Doutor em Educação pela UFRN

Professor do IFRN

José Pereira de Melo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Pós doutor em Educação pela UFPA.

Professor Titular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Referências

ARDOINO, Jacques Ardoino. Abordagem multirreferencial (plural) das situações educativas e formativas. In: In: BARBOSA, Joaquim Gonçalves (Coordenador); revisão da tradução Sidney Barbosa. Reflexões em torno da abordagem multirreferencial. – São Carlos: EdUFSCar, 1998.

ARROYO, Miguel G. O direito a tempos-espaços de um justo e digno viver. In: MOLL, Jaqueline (Org.). Caminhos da Educação Integral no Brasil: direito a outros tempos e espaços educativos. Porto Alegre: Penso, 2012.

BARBOSA, Joaquim Gonçalves. Uma escola Multirreferencial: A difícil arte de se autorizar, o pensamento plural de Jacques Ardoino e a Educação. In: Macedo, Roberto Sidnei; Barbosa, Joaquim Gonçalves; BORBA, Sérgio (Orgs). Jacques Ardoino e a Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012.

BRACHT, Valter. Educação Física e aprendizagem social. Porto Alegre: Magister, 1992.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino de educação física. São Paulo: Cortez, 1992.

DAOLIO, Jocimar. A educação física escolar como prática cultural: tensões e riscos. In: DAOLIO, Jocimar (COOR.). Educação física escolar: olhares a partir da cultura. Campinas, SP: Autores Associados, 2010.

DAOLIO, Jocimar. Da cultura do corpo. 17º ed. Campinas, SP: Papirus, 2013.

DIAS, Maria Aparecida. O corpo na pedagogia Freinet. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2012.

FREIRE, João Batista. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da educação física. São Paulo: Scipione, 1997.

TANI, Go et al. Educação Física escolar: fundamentos de uma abordagem desenvolvimentista. São Paulo: EPU: Editora da Universidade de São Paulo, 1988.

HILDEBRANDET-STRAMANN, Reiner; TAFFAREL, Celi Zulke. Formação de professores e trabalho educativo na educação física. Ijuí: Ed. Unijuí, 2017.

KUNZ, Elenor. Transformação didático-pedagógica do esporte. 7. Ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2006.

MAUSS, M. Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac e Naify, 2003.

MOREIRA, Wagner Wey, Et al. Educação Integral na escola de tempo integral: fenomenologia, complexidade e corporeidade. In: Simões, Regina; BARBOSA, Juliana Bertucci (Org.). Escola em tempo integral: linguagens e expressões. Uberaba: UFRM, 2014).

NOBREGA, Terezinha Petrucia de. Corporeidade e educação física do corpo-objeto ao corpo-sujeito. 2. ed. Natal, RN: EDUFRN Editora da UFRN, 2005.

NUNES, Mario Luiz Ferrar; RÚBIO, kátia. O(s) currículo(s) da educação física e a constituição da identidade de seus sujeitos. Currículo sem Fronteiras, v.8, n.2, pp.55-77, Jul/Dez 2008.

SANTOS, Antônio de Pádua dos. Imaginário radical e educação física: trajetória esportiva de corredores de longa distância. Natal: EDUFRN, 2012.

SANTIN, Silvino. Educação Física outros caminhos. 2º ed. Porto Alegre, RS: Edições EST, 1993.

SANTIN, Silvino. Educação Física: temas pedagógicos. 2º ed. Porto Alegre, RS: Edições EST, 2001.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação e política. 32 ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1999.

SOARES, Carmem Lúcia. Prefácio. In: TABORADA DE OLIVEIRA, Marcus Aurelio (org.). Educação do corpo na escola brasileira. Campinas, SP: Autores Associados, 2006.

Downloads

Publicado

2020-08-23

Edição

Seção

Porta Aberta