Sobre dinossauros, carteiras e pássaros-lira: do lúdico na vida ao lúdico na escola

Giovanina Gomes de Freitas Olivier, Nelson Carvalho Marcellino

Resumo


Neste artigo, buscaremos estabelecer um diagnóstico sobre a situação atual da Escola. Observa-se que, apesar das diversas propostas pedagógicas existentes, a instituição escolar no Brasil permanece acrítica quanto à sua função ideológica de manutenção do status quo. Enfatizamos a importância do aspecto revolucionário da educação, através da capacidade criativa gerada pelas contradições do próprio universo escolar. Sugerimos que a Educação Física tem um papel fundamental neste processo. Nossa proposta baseia-se na “pedagogia da animação” de N. C. Marcellino e na “pedagogia marxista da alegria” de G. Snyders.

Palavras-chave


Educação Física; Esporte; Lazer

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA