Elementos gímnicos presentes nas brincadeiras no parque de uma instituição escolar infantil: uma abordagem com foco nos padrões básicos de movimento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2021e78195

Palavras-chave:

Educação infantil, Brincar, Ginástica

Resumo

A pesquisa teve como objetivo identificar a presença de elementos gímnicos nas brincadeiras de crianças em um parque construído com material alternativo (pneus) no contexto de uma instituição educativa de Educação Infantil no Município de Diamantina-MG, amparado no referencial dos Padrões Básicos de Movimento (PBMs) elencados por Russel (2010). Com caráter descritivo, utilizou-se como técnica de coleta das informações a observação sistemática, realizadas durante horários destinados ao livre brincar, com presença do professor regente. Neste sentido, a pesquisa contou com fotos, filmagens e anotações realizadas em diário de campo, possibilitando interpretar e categorizar os movimentos infantis na abordagem dos PBMs. Os resultados apontam que estes padrões permeiam o universo infantil através das brincadeiras e experimentações corporais, nas quais precisam ser estimuladas e vivenciadas pelas crianças no sentido de se proporcionar a ampliação dos saberes corporais.

 

Biografia do Autor

Juliana Nogueira Pontes Nobre, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Mestre Saúde, Sociedade e Ambiente

Ana Flávia da Silva, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri-UFVJM

Graduada em Educação Física pela Unviersidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri-UFVJM, MG, integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Ginástica (GPEG).

Priscila Lopes, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri-UFVJM

Doutora em Educação Física na Universidade de São Paulo, Brasil; professora titular do Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri, Campus JK, Minas Gerais, Brasil; líder do Grupo de Estudos e Práticas das Ginásticas (GEPG); coordenadora do Grupo de Ginástica de Diamantina (GGD)

Cláudia Mara Niquini, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri-UFVJM

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil; professora adjunta do Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri, Minas Gerais, Brasil; líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Ginástica (GEPG); integrante e subcoordenadora do Grupo de Ginástica de Diamantina (GGD).

Referências

ARAÚJO, Carlos. Manual de ajudas em ginástica. 2ª ed. Várzea Paulista, SP: Fontoura, 2012.

AYOUB, Eliane. Reflexões sobre a educação física na educação infantil. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, supl. 4, p. 53-60, 2001.

AYOUB, Eliane. Narrando experiências com a Educação física na educação infantil. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v. 26, n. 3, p. 143-158, maio 2005.

AYOUB, Eliane. Ginástica geral e educação física escolar. Campinas: UNICAMP, 2003.

BRASIL, MEC; CNE, CEB. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Resolução CEB-CNE, v. 1, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2016. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br.

BRASIL. Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Estatuto da Criança e do Adolescente. Diário Oficial da União, Brasília, 16 jul. 1990.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil / Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental, Brasília: MEC/SEF, v. 3,1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Base nacional comum curricular, Brasília: MEC/SEB, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 2 de out. 2020

BRASILEIRO, Lívia Tenorio; MARCASSA, Luciana Pedrosa. Linguagens do corpo: dimensões expressivas e possibilidades educativas da ginástica e da dança. Pro-Posições, v. 19, n. 3, p. 195-207, 2008.

CARVALHO, Rodrigo Saballa de; GUIZZO, Bianca Salazar. Políticas de Educação Infantil: conquistas, embates e desafios na construção de uma Pedagogia da Infância. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 27, n. 66, p. 771-791, 2018.

COLLA, Rodrigo Avila. O brincar e o cuidado nos espaços da educação infantil: desenvolvendo os animais que somos. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 100, n. 254, p. 111-126, 2019.

CORSARO, William A. Sociologia da infância. Tradução de Lia Gabriele Regius Reis. São Paulo: Artmed, 2011, 384 p.

COSTA, S. A. O Diário de Campo como dialética intersubjetiva. IN: D. C. A. WHITAKER (org.). Sociologia Rural: questões metodológicas emergentes. Presidente Venceslau: Letras à Margem, p. 151-158, 2002.

COSTA, Andrize Ramires, et al. “brincar e se-movimentar” da criança: a imprescindível necessidade humana em extinção?. Corpo consciência, 2016a, 19.3: 45-52.

COSTA. Andrize Ramires et al. Ginástica na escola: por onde ela anda professor? Conexões, Campinas, SP v. 14 n. 4 p. 76-96, 2016b.

COSTA, Andrize Ramires et al. A transformação didático-pedagógica da ginástica para as crianças pelo “brincar e se-movimentar”. Motrivivência, v. 32, n. 63, p. 01-16, 2020.

DARIDO, Suraya Cristina; SANCHEZ NETO, Luiz. O contexto da educação física na escola. In : DARIDO, S. C.; RANGEL, I. C. A. (org.). Educação física na escola: implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.

GALLAHUE, David, OZMUN, John, GOODWAY, Jackie D. Compreendendo o desenvolvimento motor: bebês, crianças, adolescentes e adultos. AMGH Editora, 2013.

GASPAR, Bianca Serafim; DE CARVALHO, Richarles Souza. Imagens de infância em Peter Pan de James Barrie. Revista Saberes Pedagógicos, 2017, 2.1: 259-274.

GONZALES, Fernando Jaime; SCHWENGBER, Maria Simone Vione. Escola e Educação Física nos anos iniciais: especificidades e conhecimentos. Práticas pedagógicas em Educação Física: espaço, tempo e corporeidade. Erechim: Edelbra. p. 131. 2012.

JURDI, Andrea Perosa Saigh; SILVA, Carla Cilene Baptista; LIBERMAN, Flavia. Inventários das brincadeiras e do brincar: ativando uma memória dos afetos. Interface, Botucatu , v. 22, n. 65, p. 603-608, Apr. 2018

KUNZ. Elenor. Educação física: ensino e mudanças. Ijuí: Unijuí, 1991.

KUNZ, Elenor. Transformação didático-pedagógica do esporte. Coleção educação física, 7ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2006.

LAKATOS, Eva Maria, MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo: Atlas, 1992.

LEITE, Jaciara Oliveira; CAUPER, Dayse Alisson Camara; MARTINS, Poliana Carvalho. Saberes e movimento–o diálogo entre educação física e educação infantil: reflexões a partir da prática pedagógica. Cadernos de Formação RBCE, v. 7, n. 1, 2016.

LOPES, Priscila, NOBRE, Juliana Nogueira, NIQUINI, Cláudia Mara. Parque na escola: uso (s) de materiais alternativos e ações coletivas para a Educação infantil. Revista Educação Popular, Uberlândia, v.19, n.2, p.214-227, Mai-ago, 2020.

LOPES, Priscila, NOBRE, Juliana Nogueira Pontes, NIQUINI, Cláudia Mara. O conteúdo “ginástica” nos processos seletivos dos Institutos Federais de Minas Gerais. Revista Thema, Pelotas, v. 16, n. 3, p. 537-548, 2019.

LOPES, Priscila. et al. Ginástica para todos e literatura: realidade, possibilidades e criação. Conexões, Campinas, v. 13, n. especial, p. 127-146, maio 2015.

LOPES, Priscila. Ginasticando: parceria e possibilidades da ginástica na escola. Revista Elos: Diálogos em Extensão, Viçosa, v. 4, n. 2, p. 38-42, dez. 2015.

LÜDKE, Menga, ANDRÉ, Marli. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MARCASSA, Luciana. Metodologia do ensino da ginástica: novos olhares, novas perspectivas. Pensar a Prática, Goiânia, v. 7, n. 2, p. 171-186, jul.-dez. 2004.

NISTA-PICCOLO, V. L.; MOREIRA, W. W. Corpo em movimento na educação infantil. São Paulo: Cortez, 2012a.

NISTA-PICCOLO, V. L.; MOREIRA, W. W. Esporte como conhecimento e prática nos anos iniciais do ensino fundamental. São Paulo: Cortez, 2012b.

NISTA-PICCOLO, V. L.; MOREIRA, W. W. Esporte para a saúde nos anos finais do ensino fundamental. São Paulo: Cortez, 2012c.

NUNOMURA, M. Uma alternativa de conteúdo para um programa de Iniciação á ginaástica Artistica: A experiencia no Canadá. Motriz, Jan-Jun 2000 , Vol. 6n. 1, pp.31-34.

NUNOMURA, Myrian (org.) Fundamentos das Ginásticas. 2ª ed. Várzea Paulista, SP: Fontoura, 2016.

NICOLIELO, Maria Elisa et al. Brincar como prática social da pequena infância em contexto de Educação Infantil: aprender para a vida. Educação Unisinos, v. 23, n. 2, p. 352-366, 2019.

OLIVEIRA, Zilma Ramos. Educação Infantil: fundamentos e métodos. São Paulo. SP: Cortez, 2002.

OLIVEIRA, Michelle Tatiane, LOPES, Priscila, NOBRE, Juliana Nogueira P. Ginástica na educação infantil: uma análise das publicações do Fórum Internacional de Ginástica Para Todos. Conexões, Campinas, v. 17, p. 1-19, 2019.

OTTA, Emma. Brincar na perspectiva psicoetológica: implicações para pesquisa e prática. Psicologia USP, v. 28, n. 3, p. 358-367, 2017.

PIZANI, Juliana; BARBOSA-RINALDI, Ieda Parra. Cotidiano escolar: a presença de elementos gímnicos nas brincadeiras infantis. Journal of Physical Education, v. 21, n. 1, p. 115-126.

PETRI, Ivonilda Soares; LIMA RODRIGUES, Raquel Flores. Um olhar sobre a importância do brincar e a repercussão do uso da tecnologia nas relações e brincadeiras na infância. Research, Society and Development, v. 9, n. 9, p. e326997368-e326997368, 2020.

NETO, Francisco Rosa et al. Desenvolvimento motor de crianças com indicadores de dificuldades na aprendizagem escolar. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 15, n. 1, p. 45-52, 2008.

RUSSEL, K. Gymnastics foundations. Canada: Ruschkin Publishing, 2010.

RUSSEL, K.; NUNOMURA, Myrian. Uma alternativa de abordagem da ginástica na escola. Revista UEM, Maringá, v. 13, n. 1, p. 123-127, 2002.

SERON, Taiza Daniela, et al. A ginástica na educação física escolar e o ensino aberto. Revista da Educação Física/UEM. Maringá, v. 18, n. 2, p. 115-125, 2. Set. 2007

SOUZA, Elizabeth Paolielo. M. Ginástica geral: uma área do conhecimento da Educação Física I Elizabeth Paoliello Machado de Souza. -- Campinas, SP: [ s. n. ], 1997.

SANTOS, Thyago Thacyano de Souza, et al. A Ginástica Para Todos nas aulas de educação física: um estudo de caso. Conexões, Campinas, v. 16, n. 4, p. 450-467, out.-dez. 2018.

SILVA, Raynara Rodrigues da Cruz, et al. A importância da Educação Física no desenvolvimento motor e cognitivo da criança. Anais da Jornada de Educação Física do Estado de Goiás (ISSN 2675-2050), 2018, 1.1: 39-43.

TONIETTO, Marcos Rafael; GARANHANI, Marynelma Camargo. A cultura infantil e a relação com os saberes da Educação Física na escola. Movimento, v. 23, n. 2, p. 517-528, 2017.

TSUKAMOTO, Mariana Harumi Cruz; NUNOMURA, Myrian. Iniciação esportiva e infância: um olhar sobre a ginástica artística. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 26, n. 3, 2005.

WAJSKOP, Gisela. Brincar na Educação Infantil: uma história que se repete. 9.ed. (Coleção Questões da Nossa Época, nº 34. – São Paulo: Cortez, 2012.

WEISBERG, Deena Skolnick; ZOSH, Jennifer. M. How guided play promotes early childhood learning. Encyclopedia on Early Childhood Development, eds RE Tremblay, M. Boivin, and R. Peters (Montreal: Centre of Excellence for Early Childhood Development and Strategic Knowledge Cluster on Early Child Development.), p. 1-4, 2018.

Downloads

Publicado

2021-04-23

Edição

Seção

Artigos Originais