Lideranças estrangeiras entre os trabalhadores manauaras (1910-1930)

Autores

  • Luís Balkar Sá Peixoto Pinheiro Universidade Federal do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2017v9n17p79

Resumo

O artigo aborda a trajetória de três militantes estrangeiros – o italiano Targino Mariani, o espanhol Joaquim Azpilicueta e o português Tércio Miranda – no interior do movimento operário manauara das três primeiras décadas do século XX, buscando informar os vínculos ideológicos e as perspectivas político-sindicais por eles assumidas, além de analisar suas atuações, interações e oposições tanto entre si, quanto com outras lideranças e trabalhadores amazonenses na construção de suas identidades operárias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luís Balkar Sá Peixoto Pinheiro, Universidade Federal do Amazonas

Professor do Departamento e do Programa de Pós Graduação em História da UFAM.

Referências

ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Cia das Letras, 2008.

BATALHA, Claudio. "Identidade da classe operária no Brasil (1880-1920): atipicidade ou legitimidade?". Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 12, n. 23-24, set. 1991/ago. 1992, p. 111-124.

BARROS, Cláudia Amélia Mota Moreira. "Vozes Operárias: os tipógrafos na construção da identidade operária amazonense (1900-1920)". (Dissertação de Mestrado em História. Manaus: Universidade Federal do Amazonas, 2016).

BILHÃO, Isabel. Rivalidades e solidariedades no movimento operário (Porto Alegre, 1906-1911). Porto Alegre: EDIPUCRS, 1999.

BENCHIMOL, Samuel. Amazônia: Formação Social e Cultural. 3 ed. Manaus: Valer, 2009.

CAMPOS, Hermenegildo Lopes de. Climatologia médica do Estado do Amazonas. 2 ed. Manaus: Associação Comercial do Amazonas, 1988.

CAPPELLI, Vittorio. La presenza italiana in Amazzonia e nel Nordest del Brasile tra otto e novecento. Rio de Janeiro: Maracanã, 2010, n. 6, pp. 123-146.

COSTA, Luciano Everton Teles da. "O desmontar do velho castelo: o jornal A Lucta Social e a adesão à rebelião tenentista de 1924, em Manaus". Oficina do Historiador, Porto Alegre, EDIPUCRS, v. 9, n. 1, jan./jun.2016, p. 79-80.

DAOU, Ana Maria. Belle Époque amazônica. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2005.

FELDMAN-BIANCO, Bela. Nações e diásporas: estudos comparativos entre Brasil e Portugal. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2010.

FOOT HARDMAN, Francisco; LEONARDI, Victor. História da indústria e do trabalho no Brasil. 2 ed. São Paulo: Ática, 1991.

FREIRE, José Ribamar Bessa (Coord.). Cem anos de imprensa no Amazonas (1851-1950): catálogo de jornais. Manaus: Editora Calderaro, 1990.

KOSSOY, Boris. Fotografia & História. 2 ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2001+

LINDEN, Marcel van der. Trabalhadores do mundo: ensaios para uma história global do trabalho. Trad. Patrícia de Queiróz Carvalho Zimbres. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2013.

MARAM, Sheldon Leslie. Anarquistas, imigrantes e o movimento operário brasileiro, 1890-1920. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

OLIVEIRA, Tiago Bernardon de. “Anarquismo, sindicatos e revolução no Brasil (1906-1936)”. (Tese de Doutorado em História, Universidade Federal Fluminense, 2009).

PINHEIRO, Geraldo. "Imprensa, política e etnicidade: portugueses letrados na Amazônia (1885-1933)". (Tese de Doutorado em História, Universidade do Porto (Portugal), 2012).

RIBEIRO, Gladys Sabino. Mata galegos: Os portugueses e os conflitos de trabalho na República Velha. São Paulo: Brasiliense, 1990.

PINHEIRO, Maria Luiza Ugarte. A cidade sobre os ombros: trabalho e conflito no porto de Manaus (1899-1925). 3 ed. Manaus: EDUA, 2015.

PINHEIRO, Maria Luiza Ugarte. Folhas do Norte: Letramento e periodismo no Amazonas (1880-1930). Manaus: EDUA, 2015.

SAMIS, Alexandre. "Pavilhão negro sobre pátria oliva". In: COLOMBO, Eduardo et al. História do Movimento Operário Revolucionário. São Paulo: Imaginário; São Caetano do Sul: Imes, 2004.

TOLEDO, Edilene. Travessias revolucionárias: Ideias e militantes sindicalistas em São Paulo e na Itália (1890-1945). Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2004.

Downloads

Publicado

2017-12-13

Como Citar

PINHEIRO, . B. S. P. Lideranças estrangeiras entre os trabalhadores manauaras (1910-1930). Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 9, n. 17, p. 79–100, 2017. DOI: 10.5007/1984-9222.2017v9n17p79. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2017v9n17p79. Acesso em: 30 nov. 2022.