Nos limites da civilização: história e historiografia da classe trabalhadora no Mato Grosso do Sul

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2021.e74503

Palavras-chave:

historiografia, classe trabalhadora, Mato Grosso do Sul

Resumo

Neste artigo apresentamos levantamento da historiografia produzida nas últimas quatro décadas sobre o mundo do trabalho no Mato Grosso do Sul, destacando a diversidade de temas, sujeitos e fontes, que tem contribuído para ampliar e aprofundar a interpretação da região como constituinte do todo nacional em interfaces com a transnacionalidade, em vista de suas características fronteiriças que demarcam especificidades na formação da classe trabalhadora. Partimos de um debate sobre as noções – nem sempre explícitas e nem sempre publicamente admitidas – de centro e de periferia nas historiografias nacionais que contagiam, também, a historiografia social do trabalho. Para tanto, inicialmente, faz-se breve incursão sobre as fontes e a historiografia do movimento operário em países da Bacia Platina (Argentina, Uruguai e Paraguai), com foco na compreensão de dicotomias sintetizantes de regiões interioranas, presentes em parte do movimento operário e da historiografia desses países, tais como: ocidente/oriente, civilização/barbárie, centro/periferia, litoral/sertão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBANEZ, Jocimar Lomba. Sobre o processo de ocupação e as relações de trabalho na agropecuária: o extremo sul de Mato Grosso (1940-1970). 2003. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Dourados-MS, 2003.

ALEIXO, Lúcia Helena. Vozes no silêncio: subordinação e trabalho em Mato Grosso. 1888-1930. 1991. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Filosofia Ciências Humanas e Letras, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1991.

ALMEIDA, Elaine Aparecida Cancian. Nos “confins do sertão” de Miranda: ocupação da terra, economia e trabalho (1830-1892). 2014. Dissertação (Mestrado em História) Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2014.

ALVES, Walter Assis. Trabalhadores têxteis em Três Lagoas: experiências de trabalho, práticas sociais e atuações políticas. 2009. Dissertação (Mestrado em História) – Instituto de História, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia-MG, 2009.

AMADO, Janaina. Região, sertão, nação. Estudos históricos, Rio de Janeiro, v.18, n.15, p.145-151, 1995.

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Cortez, 2000.

ARAUJO, Rodrigo Salvador. Justiça a ferro e fogo: os trabalhadores da mineração e siderurgia em Corumbá e a busca por direitos na justiça do trabalho (1960-1970). 2013. Dissertação (Mestrado em História) Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2013.

ARRUDA, Gilmar. Frutos da terra: os trabalhadores da Matte-Larangeira. 1989. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Assis-SP, 1989.

BARRETT, Rafael. Cartas intimas. Com notas de su viuda, Francisca Lopez Maiz de Barrett. Montevideo: Biblioteca Artigas, 1967.

BATALHA, Claudio Henrique de Moraes. A historiografia da classe operária no Brasil: trajetória e tendências. In: FREITAS, Marcos Cezar (org.). Historiografia Brasileira em perspectiva. São Paulo: Contexto, 1998. p. 145-158.

CASTRO, Maria Inês Malta. O preço do progresso. A construção da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil (1905-1914). 1993. Dissertação (Mestrado em História) – Instituto de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas-SP, 1993.

CHARTRAIN, François. El mundo Del trabajo em Paraguay entre 1870 y 1936: reflexiones sobre El estúdio histórico. Traducción de Rubén Bareiro Saguier (p.289-296). In: CENTRO PARAGUAYO DE ESTUDIOS SOCIOLOGICOS. Pasado y presente de La realidad social paraguaya. Asunción: Volume I, 1995.

CORREA, Felipe Megeredo. O trabalho indígena na usina Passa Tempo em Rio Brilhante-MS (décadas de 1980 e 1990). 2015. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2015.

DELBONI, Cláudia. Histórias de mulheres dos assentamentos Ernesto Che Guevara e João Batista na luta pela terra em Sidrolândia/MS: vivências, consentimentos, rupturas e continuidades. 2017. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2017.

DOESWIJK, Andréas. Entre camaleones y cristalizados: los anarco-bolcheviques rioplatenses, 1917-1930. 1998. Tese (Doutorado em História) Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1998.

DULLES, John W. F. Anarquistas e comunistas no Brasil (1900-1935). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1977 (Brasil século 20).

FERREIRA, Eva Maria Luiz. A participação dos índios Kaiowá e Guarani como trabalhadores nos ervais da companhia Matte Laranjeira (1902-1952). 2007. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2007.

FALCHI, Edna de. Na luta por um pedaço de chão: experiência e cotidiano nos acampamentos de sem-terra do sul de Mato Grosso do Sul. 2007. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2007.

FEITOSA, Beatriz dos Santos de Oliveira. Entre os “imprescindíveis” e os “redundantes”: olhares sobre constituição de espaços e mundo do trabalho rural na Região Norte de Mato Grosso do Sul contemporâneo. 2016. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2016.

GALETTI, Lilya da Silva Guedes. Nos confins da civilização: sertão, fronteira e identidade nas representações sobre Mato Grosso. 2000. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2000.

GAONA, Francisco. Introducción a la historia gremial y social del Paraguay. Asunción: Litocolor, 1987 (Tomo II).

GIRÃO, Simone Anselmo. Do ideario desenvolvimentista ao universo social carvoeiro: 1964-1994. 2003. Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Dourados-MS, 2003.

GUILLEN, Isabel Cristina Martins. O imaginário do sertão: lutas e resistências ao domínio da Companhia Matte Larangeira (Mato Grosso: 1890). 1991. Tese (Doutorado em História) – Instituto de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidades Estadual de Campinas, Campinas-SP, 1991.

HARDMAN, Francisco Foot; LEONARDI, Victor. História da Indústria e do Trabalho no Brasil: das origen saos anos vinte. São Paulo: Global, 1982 (Teses, 6) .

HERREIRA, Carlos Alexandre. Os trabalhadores da pecuária pantaneira em ação: A trajetória dos meninos-peões na justiça do trabalho (1978-1984). 2015. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2015.

LEITE, Eudes Fernando. Marchas na História: Comitivas, condutores e peões-boiadeiros nas águas de Xarayes. 2000. Tese (Doutorado em História) Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Assis-SP, 2000.

LENHARO, Alcir. Colonização e trabalho no Brasil: Amazônia, Nordeste e Centro-Oeste. Campinas: Editora da UNICAMP, 1986.

LIMA, Nísia Trindade. Missões civilizatórias da República e interpretação do Brasil. História, ciências, saúde-Manguinhos. Rio de Janeiro, v. 5, suplemento, p. 163-193, julho de 1998.

LOBATO, Mirta Zaida; SURIANO, Juan. Acerca de La historia de los trabajadores. In: LOBATO, Mirta (dir.). La historia de los trabajadores argentinos (guía bibliográfica). Buenos Aires: Grupo de Trabajo Movimiento Obrero y Sectores Populares/Universidad de Buenos Aires/Universidad Nacional de Cordoba/Universidad Nacional de Rosario, 2000 (CD).

MATEU, Miriam Cristina Franco. Metamorfoses no mundo do trabalho: caso do setor bancário em Dourados (1990/2000). 2007. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2007.

MELLO, Saulo Alvaro de. O arsenal da Marinha em Mato Grosso projeto político de defesa nacional e de disciplinarização do trabalho. Do planalto à planície pantaneira (1719-1873). 20009. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2009.

MIRANDA, Guilherme Luís General. A trajetória de mulheres migrantes do assentamento Itamarati I: relações de gênero e trabalho. 2017. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2017.

MORATELLI, Thiago. Os trabalhadores da construção da estrada de ferro Noroeste do Brasil: experiências operárias em um sistema de trabalho de grande empreitada. (São Paulo e Mato Grosso, 1905-1914). 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, 2009.

MOURA, Zilda Alves de. Cativos nas terras dos pantanais. Escravidão e resistência no sul de Mato Grosso. Séculos XVIII e XIX. 2008. Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Passo Fundo, 2008.

OLIVEIRA, Vitor Wagner Neto de. Etoncídio e resistência indígena na história do Brasil: contribuições da tradição marxista para uma análise militante. In: MENEZES, Jean Paulo Pereira de; JESUS, Nataly Batista de (org.). Estudo e militância na sociedade de classes. Goiânia-GO: Editora Philos, 2019. p. 85-111.

OLIVEIRA, Vitor Wagner Neto de. Movimiento obrero transnacional en el Cono Sur Americano a principios del siglo XX: los marítimos de los ríos Paraná y Paraguay. Revista de estúdios marítimos y sociales. Año 12, n. 14, p. 196-226, enero de 2019.

OLIVEIRA, Vitor Wagner Neto de. Mato Grosso do Sul: apontamentos da história da historiografia. In: X ENCONTRO DE HISTÓRIA DE MATO GROSSO DO SUL, Simpósio Internacional de História e XIII Semana de História da UFMS/CPTL - As muitas (in)dependências das Américas: Dois Séculos de História, 2010, Três Lagoas-MS. Anais [...]. Três Lagoas-MS: UFMS, p. 2061-2074. Disponível em: http://www.ndh.ufms.br/wp-anais/Anais2010/trabalhos.html

OLIVEIRA, Vitor Wagner Neto de. Nas águas do Prata: Os trabalhadores da rota fluvial entre Buenos Aires e Corumbá (1910-1930). Campinas: Editora da Unicamp, 2009.

OLIVEIRA, Vitor Wagner Neto de. Entre o Prata e Mato Grosso: uma viagem pelo mundo do trabalho marítimo de 1910 a 1930 (Buenos Aires, Montevidéu, Assunção e Corumbá). 2006. Tese (Doutorado em História) - Instituto de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidades Estadual de Campinas, Campinas-SP, 2006.

OLIVEIRA, Vitor Wagner Neto de. Movimento operário no Sul de Mato Grosso: avanços e recuos dos trabalhadores no Rio Paraguai (1917-1926). 2000. Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Pós-Graduação em História, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre-RS, 2000.

PADILHA, Ana Paula Dias. A justiça do trabalho em Mato Grosso do Sul: relações de trabalho no contexto das transformações políticas da década de 1990. 2016. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2016.

PAULON, Grazihely Berenice Fernandes dos Santos. Tecendo a igualdade: reflexões sobre gênero e trabalho na rede de economia solidária em Dourados-MS (2000-2008). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2010.

PETERSEN, Silvia Regina Ferraz. Levantamento da produção bibliográfica e de outros resultados de investigação sobre a história operária e o trabalho urbano fora do eixo Rio-São Paulo. Cadernos AEL, Campinas, v. 14, n. 26, p. 257-344, 2009.

QUEIROZ, Paulo Roberto Cimó. A historiografia sul-mato-grossense, 1968-2010: notas para um balanço. In: GLEZER, Raquel (org.). Do passado para o futuro: edição comemorativa aos 50 anos da ANPUH. São Paulo: Contexto, 2011. p. 167-185.

RODRIGUES, Rejane Trindade. Escravidão e liberdade em Sant’Anna do Paranahyba, Sul de Mato Grosso (1828-1888). 2017. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2017.

SCHROEDER, Jose Tiaraju Rodrigues. Exploração e violência: um estudo sobre a formação do mercado de trabalho assalariado em Mato Grosso (1870-1930). 2008. Dissertação (Mestrado em História) – Instituto de Geografia, História e Documentação, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT, 2008.

SENA, Divino Marcos de. Camaradas: livres e pobres em Mato Grosso (1808-1850). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2010.

SILVA, Adilson Rodrigues. Sertão de Coxim: apossamentos de terras, conquistas e relações de trabalho (1830-1898). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2013.

SILVA, Cássia Queiroz. Pobres livres em Sant’Anna do Paranahyba – século XIX. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2014.

SILVA, Juliano Alves da. Cultura, trabalho e memória: a trajetória de trabalhadores e trabalhadoras nas cidades de Três Lagoas-MS e Aparecida do Taboado-MS (1980 – 2015). 2020. Tese (Doutorado em História) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2020.

SILVA, Juliano Alves da. Capital e trabalho na formação de Aparecida do Taboado e na industrialização recente. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2012.

SOUZA, João Carlos de. Sertão cosmopolita. A modernidade de Corumbá (1872-1918). 2001. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

TOALDO, Ciro José. O novo sindicalismo e a mobilização dos professores da rede pública Estadual Sul-Mato-Grossense: avanços e rupturas (1979/1992). 2003. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Dourados-MS, 2003.

TOMASCHESKI, Elisandra. “Dos lugares deixados, aos lugares chegados” história de mulheres brasiguaias do Assentamento Itamarati-MS. 2018. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2018.

TORRES, Claudomiro Morales. Nova Casa Verde: a Reforma Agrária e a criação da vila em espaço de assentamento rural. 2016. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2016.

ZANCHETT, Silvana Aparecida da Silva. Histórias, memórias, significações e apropriações: pescadores profissionais de Coxim-MS (1967 a 2012). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2013.

ZANCANARI, Natalia Scarabeli. Estrada Boiadeira, sua história, seus peões e comitivas: do sul de Mato Grosso ao noroeste Paulista (1915 a 1940). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS, 2013.

WEINGARTNHER, Alisolete A. Santos. Operário nas indústrias da construção civil: participação e luta por direitos sociais. Uma história do sindicalismo em Campo Grande-MS (1928-1979). 2001. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Estadual Paulista, Franca-SP, 2001.

Downloads

Publicado

2021-01-13

Como Citar

OLIVEIRA, V. W. N. de . Nos limites da civilização: história e historiografia da classe trabalhadora no Mato Grosso do Sul. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 13, p. 1-24, 2021. DOI: 10.5007/1984-9222.2021.e74503. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/74503. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos