Permanência e mudança: desejo de cientificidade nas relações entre ciência e escola

Guilherme Carlos Corrêa

Resumo


A partir de uma breve introdução sobre as vinculações entre
ciência, Estado e desejo de cientificidade, são esboçadas relações entre escola pública no Brasil, Estado e desejo de cientificidade. Uma diferenciação entre os processos de educação e escolarização introduz uma interpretação da escolarização como sendo redução do processo educativo. Tal interpretação toma como apoio o trabalho de Prigogine e Stengers em A nova aliança - sobre a passagem da ciência clássica e da dinâmica para o que chamam "ciência aberta" ou "escuta poética da natureza" - e propõe algumas questões que encaminham para uma posterior análise das possibilidades do que poderá ser educação.


Palavras-chave


escolarização

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



Direitos autorais 1997 Guilherme Carlos Corrêa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.