Buscando uma articulação entre as representações de infância e a prática pedagógica das profissionais de educação infantil

Andréa Simões Rivero

Resumo


Este artigo procura relacionar a concepção de infância de profissionais de educação infantil com a sua prática pedagógica, indicando a necessidade de refletir sobre essa questão como forma de aprofundar o conhecimento sobre a pedagogia que  é posta em prática nesse contexto.
Nesse sentido, este trabalho aponta elementos para a discussão sobre a importância de uma prática que considere a inserção social da criança em sua positividade, o que implica em discutirmos também sobre práticas sustentadas no preconceito e na estigmatização das crianças, presentes
no cotidiano da educação infantil. Essas questões remetem ainda para a discussão sobre a formação das profissionais de educação infantil, apontando para a necessidade de abrir espaço para trabalhar questões relativas à materialidade e diversidade dos seres humanos.


Palavras-chave


Concepção de Infância; Profissionais de Educação Infantil; Teoria; Prática e Formação

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



Direitos autorais 1997 Andréa Simões Rivero

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.