Leitura na Educação de Jovens e Adultos e a formação de leitores

Autores

  • Marinaide Queiroz Freitas UFAL
  • Valéria Campos Cavalcante CESMAC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2014v32n1p93

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos, Linguagem e Educação, Prática docente

Resumo

Este artigo é um recorte de uma pesquisa realizada em 2009, que teve como objetivo analisar o processo de leitura nas situações de sala de aula das turmas de pós-alfabetização da Educação de Jovens e Adultos (EJA), em escolas públicas municipais e estaduais em Maceió, tendo como categorias de análise leitura, gêneros textuais e eventos e práticas de letramento. A natureza da investigação configurou-se como qualitativo-interpretativa, baseada em estudo de caso. Os resultados do estudo indicaram que nas escolas pesquisadas não se compreende a importância da leitura para a ampliação do letramento dos sujeitos, uma vez que ela permanece ocupando um lugar secundário nos projetos pedagógicos e, consequentemente, na prática de sala de aula. Na prática de uma professora, que foi objeto da pesquisa e que comentamos neste artigo, ficaram explícitas dificuldades no trato com a leitura e letramento dos educandos, sobretudo, no que disse respeito aos fundamentos linguísticos, necessários às atividades para trabalhar a leitura. Sendo assim, a profissional age muitas vezes baseada na intuição, ou transplanta para a modalidade práticas pedagógicas que vivenciou em seu período de escolarização.

Biografia do Autor

Marinaide Queiroz Freitas, UFAL

Professora adjunta do Curso de Pedagogia e da Pós-graduação em Educação Brasileira - Centro de Educação.

Valéria Campos Cavalcante, CESMAC

Professora do curso de Pedagogia.

Downloads

Publicado

2014-04-30