Alguns aspectos sobre o processo de aquisição da escrita por uma criança pequena com Síndrome de Down

Autores

  • Ingrid Anelise Lopes UNESP
  • Anna Augusta Sampaio de Oliveira UNESP Campus de Marília

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2014v32n2p617

Palavras-chave:

Educação Infantil, Escrita, Síndrome de Down

Resumo

A cultura é o conteúdo da Educação Infantil, qual deve ser ensinado por meio de planejamento e procedimentos pedagógicos adequados à criança pequena, quais devem propiciar vivências de instrumentos da cultura. Tais vivências permitem o pleno desenvolvimento de todas as crianças. Isso inclui a criança com necessidades educacionais especiais decorrentes da síndrome de Down. Dentre outros instrumentos da cultura, a criança pequena precisa vivenciar a escrita para que inicie o seu processo histórico de aquisição dessa linguagem. Ao observarmos crianças com síndrome de Down alijadas de vivências da escrita na Educação Infantil, realizamos uma investigação, com base na Teoria Histórico-Cultural, com o objetivo de descrever e compreender os sentidos atribuídos à escrita, por uma criança pequena com síndrome de Down. Os dados foram coletados por meio de registros das vivências da escrita por esta criança junto à atuação de umas das pesquisadoras. A atuação ocorreu em sessões de Atendimento Pedagógico de Suporte, que foram filmadas, com o apoio de auxiliares de pesquisa, e posteriormente observadas e descritas para a seleção de episódios a serem discutidos. Os dados foram apresentados e discutidos de modo a compreender possíveis sentidos atribuídos à escrita pela criança. Os resultados apontam que a criança atribuiu sentidos à escrita, e que tal atribuição esteve diretamente relacionada com a significação da escrita pelas pesquisadoras, nos atendimentos. Assim, foi possível compreender que os sentidos atribuídos à escrita têm estreita relação com o processo de mediação. 

Biografia do Autor

Ingrid Anelise Lopes, UNESP

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Professora de Educação Básica na Secretaria Municipal de Educação de Diadema, São Paulo.

 

Anna Augusta Sampaio de Oliveira, UNESP Campus de Marília

Doutora em Educação Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Professora do Departamento de Educação Especial e do Porgram de Pós-Graduação na UNESP.

Downloads

Publicado

2014-08-09

Edição

Seção

Artigos de Demanda Contínua