A formação matemática para o ensino dos saberes elementares em tempos de Reforma da Escola Normal do Paraná (Anos de 1920)

Autores

  • Iara da Silva França Instituto Superior do Litoral do Paraná
  • Neuza Bertoni Pìnto Pontifícia Universidade Católica - Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2016v34n1p142

Palavras-chave:

Formação de Professores, Ensino de Matemática, História da Educação

Resumo

O artigo aborda a formação matemática dos professores primários no Paraná e tem por objetivo compreender como os saberes elementares matemáticos foram contemplados na reforma levada a efeito por Lysimaco Ferreira da Costa, nos anos de 1920 e direcionada por Prieto Martinez para a modernização do ensino primário do estado. Amparado pelo referencial teórico-metodológico da história cultural, o presente estudo é norteado pela questão: na formação matemática dos professores do Paraná, o que mudou, por que e para que mudou, após a Reforma da Escola Normal? Com a reforma foram introduzidas disciplinas mais voltadas às práticas de ensino na escola primária e que favoreceram a renovação dos métodos de ensino e dos recursos didáticos, reorganização curricular que repercutiu na qualidade da formação matemática dos futuros professores do ensino primário do estado.

 

 

Biografia do Autor

Iara da Silva França, Instituto Superior do Litoral do Paraná

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR). Professora da Secretaria Estadual do Paraná e do Instituto Superior do Litoral do Paraná (ISULPAR).

 

Neuza Bertoni Pìnto, Pontifícia Universidade Católica - Paraná

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Professora do Centro de Teologia e Ciências Humanas, Educação e da Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR).

Downloads

Publicado

2016-06-21