A bolsa permanência nas políticas de educação superior: assistência estudantil na UFMS

Autores

  • Carina Elisabeth Maciel Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS
  • Felipe Vieira Gimenez Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS
  • Jacira Helena do Valle Pereira Assis Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2017v35n3p911

Palavras-chave:

Educação superior, Permanência, Assistência estudantil

Resumo

O presente estudo tem como objetivo identificar a política de Assistência Estudantil posta em prática na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/UFMS, campus Campo Grande/MS, por meio de Programas de Apoio Pedagógico e Financeiro oferecido aos estudantes, haja vista que a “Bolsa Permanência” consiste em estratégia de estabilidade do aluno bolsista na referida instituição. A pesquisa é de caráter exploratório, bibliográfico e documental, apresentando como fontes relatórios e documentos institucionais. Para tanto, embasamo-nos nos seguintes aportes teóricos: Sguissardi (2014); Maciel (2015); Mancebo, Bittar e Chaves (2012); Hofling (2016) e Borsato (2015). São apresentados e analisados dados quantitativos e qualitativos. O texto é resultado de parte da pesquisa financiada por meio do Edital FUNDECT/CNPq N°14/2014 – PPP – MS. As primeiras aproximações nos levaram a identificar que a universidade em questão possui programas de apoio pedagógico e financeiro, mas que nem todos os alunos/as atendem aos critérios de seletividade impostos por cada uma das áreas: saúde, alimentação, bolsas de monitoria, permanência e mobilidade estudantil. Ou seja, a universidade encontra-se dualizada entre seus projetos e ações, contemplando apenas parte desses estudantes. Conclui-se que a ação Bolsa Permanência sofreu alterações em seus critérios de seleção e há um índice alto de vagas ociosas, tornando necessária uma revisão na política de acompanhamento dos acadêmicos selecionados e não selecionados pela ação. 

Biografia do Autor

Carina Elisabeth Maciel, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (UFMS). Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

 

Felipe Vieira Gimenez, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (UFMS).

Jacira Helena do Valle Pereira Assis, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Downloads

Publicado

2017-12-31

Edição

Seção

Volume 35 número 3 2017