Formação docente e superação do bullying: um desafio para tornar a convivência ética na escola

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2018v36n1p369

Palavras-chave:

Formação de professores, Valores morais, Bullying

Resumo

Este estudo teórico objetiva evidenciar a condição sine qua non da formação de professores para a diminuição dos problemas relacionados ao bullying em instituições educacionais. Em meio a um contexto em que a formação docente tem sido tratada de maneira superficial e ingênua, uma vez que, no caso específico dos problemas de convivência em que o bullying é a questão principal, tem se limitado a políticas públicas que definham na elaboração de cartilhas e campanhas de conscientização, torna-se imperativa a discussão de dados que permitam confirmar a necessidade de que os professores possam aderir, de forma mais evoluída, a valores morais para que suas intervenções também possam ser fortalecidas a ponto de contribuírem para a superação de formas de violência como o bullying.

Biografia do Autor

Luciene Regina Paulino Tognetta, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), campus Araraquara/SP.

Doutora em Psicologia Escolar e professora do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências e Letras – UNESP de Araraquara

Rafael Petta Daud, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), campus Araraquara/SP.

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras – UNESP de Araraquara

Downloads

Publicado

2018-04-25