Conversas de William James com professores e estudantes: lições para a atualidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2018v36n3p961

Palavras-chave:

Teorias Pedagógicas, Pragmatismo, Pedagogia contemporânea, Pedagogia retórica

Resumo

Este artigo analisa as concepções educacionais de William James no livro Talks to teachers on psychology, de 1899, no qual se encontra a noção de ensino como arte. Para ampliar o entendimento dessa noção, recorre-se às reflexões feitas por James no livro The varieties of religious experience, de 1902. O artigo tem por objetivo revitalizar as concepções jamesianas visando a contribuir com autores que discutem criticamente as tendências dominantes hoje na educação.

Biografia do Autor

Mario Sérgio Coutinho Matos, Escola Estadual Mendes de Oliveira - Congonhal/MG

Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo.

Marcus Vinicius Cunha, Universidade de São Paulo

Professor associado da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo, Departamento de Educação, Informação e Comunicação, área Filosofia da Educação.

Downloads

Publicado

2018-10-23