Por uma história cultural do autodidatismo digital: mudanças nas narrativas culturais da educação

Julian Sefton-Green

Resumo


O ensaio argumenta que os vários novos imaginários do aluno conectado, criativo, autônomo, codificador, motivado e criador digital, que tem suas raízes em diversas e antigas visões dos diferentes sistemas educacionais (especialmente o trabalho em comunidades de práticas), mais que naqueles divulgados pelo capital humano dos governos de inspiração neoliberais no mundo de hoje. Rastreando as histórias dos velhos imaginários na história cultural do autodidatismo, examino como eles se incorporam e assim recalibram as visões dos “novos alunos do amanhã”.


Palavras-chave


Autodidatismo; Digital; Aprendizagem

Texto completo:

PDFA (English) PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-795X.2019.e52964

Direitos autorais 2019 Julian Sefton-Green

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.