Marcas identitárias do professor formador de professores de ciências

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2021.e72236

Resumo

O presente trabalho, de cunho qualitativo, investiga marcas da construção identitária de formadores de professores de um curso de Licenciatura em Ciências Naturais possíveis de serem depreendidas quando relatam sobre as suas práticas pedagógicas e tem por objetivo identificar, para compreender, como as marcas identitárias de professores formadores podem contribuir com a formação de professores de Ciências. As entrevistas constituíram o método utilizado para obter as informações dos dois professores investigados. A análise dos dados foi conduzida à luz da Análise Textual Discursiva. Os resultados da pesquisa apontam que as marcas identitárias contribuem para a formação de professores de Ciências porque evidenciam aspectos importantes no ensino de Ciências, como problematizar a Ciência de modo a torná-la mais acessível e menos abstrata ao estudante; assim como também a compreensão de si como formador de professores e direcionar sua prática pedagógica para este fim levando em conta uma base de conhecimento coerente para exercer a profissão docente.

 

Biografia do Autor

Ariadne da Costa Peres Contente, universidade federal do pará

Instituto de Educação Matemática e Científica

Referências

BAUMAN, Z. Identidade: entrevista a Benedetto Vecchi. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2005.

CARVALHO, A.; GIL-PÉREZ, D. Formação de professores de Ciências: tendências e inovações. São Paulo: Cortez, 2011.

CHASSOT, A. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. Ijuí: Unijuí, 2014.

CHAVES, S. Reencantar a Ciência, reinventar a docência. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2013.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J.; PERNAMBUCO, M. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2009.

DUBAR, C. A crise das identidades: a interpretação de uma mutação. Tradução de Mary Amazonas Leite de Barros. São Paulo: Edusp, 2006.

HALL, S. A identidade cultural no pós-modernidade. Rio de Janeiro: Lamparina, 2015.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2011.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. Análise textual discursiva. Ijuí: Ed. Unijuí, 2011.

NÓVOA, A. Os professores e as histórias da sua vida. In: NÓVOA, A. (org.). Vida de professores. Porto: Porto Editora, 2013.

NÓVOA, A. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

PIMENTA, S. Formação de professores: saberes da docência e identidade do professor. R. Fac. Educ., São Paulo, v. 22, n. 2, p. 72-89, 1996.

PIMENTA, S. G.; ANASTASIOU, L. Docência no Ensino Superior. São Paulo: Cortez, 2014.

SANTOS, Wildson; SCHENETZLER, Roseli P. Ciência e educação para a cidadania. In: CHASSOT, Attico; OLIVEIRA, Renato José. (Orgs.). Ciência, ética e cultura na educação. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2001.

STRAUSS, A.; CORBIN, J. Pesquisa qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento da teoria fundamentada. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Downloads

Publicado

2021-08-10

Como Citar

Gomes, L. S., Melo, V. S. S., & Contente, A. da C. P. (2021). Marcas identitárias do professor formador de professores de ciências. erspectiva, 39(2), 1–20. https://doi.org/10.5007/2175-795X.2021.e72236