Topografias Feministas: uma teoria das mulheres em movimento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1806-9584-2021v29n382526

Resumo

Apresentação do Dossiê Feminismos e Lesbianidades em Movimento: a visibilidade como lugar, que se coloca como lócus de fricções entre Academia e Movimentos sociais, ao ter como objetivo ir além das dicotomias entre ação e reflexão ou teoria e prática. Trata-se de um conjunto de textos elaborados em diálogo entre o grupo de autoras e suas diversas frentes de ação, com o desejo de reafirmar pesquisas realizadas na perspectiva dos Estudos Lésbicos Feministas e dos Feminismos Negro e Decolonial. Pretende-se, assim, com a escrita, ressaltar a amplitude e a excelência desses estudos, que expressam e potencializam pesquisa, docência, extensão, militância, ativismo e variadas ações, disposições e propósitos, no intercruzamento dos campos da Educação, da Arte e da Comunicação.

Biografia do Autor

Daniela Auad, Universidade Federal de São Carlos

Daniela Auad (auad.daniela@gmail.com; auaddaniela@ufscar.br) é Professora Permanente do PPGEd-So/UFSCar, na Linha de Pesquisa Educação, Comunidade e Movimentos Sociais; docente permanente no PPPGE/FACED/UFJF. Cursou, na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP), doutorado em Educação, mestrado em Educação e graduação em Pedagogia. Daniela Auad é coordenadora do Grupo de Pesquisa Educação, Comunicação e Feminismos - Flores Raras (CNPq).

Cláudia Regina Lahni, Universidade Federal de São Carlos/Universidade Federal de Juiz de Fora

Cláudia Regina Lahni (claudia.lahni@ufjf.br; lahni.cr@gmail.com) é Professora Titular da Facom/UFJF e docente permanente do PPGECH- UFSCar-So. Fez pós-doutorado em Comunicação na UERJ, doutorado e mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (ECA/USP); especialização em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, graduação em Jornalismo pela PUC de Campinas. É coordenadora do Grupo de Pesquisa Educação, Comunicação e Feminismos - Flores Raras (CNPq) e participa do Grupo de Pesquisa Comunicação para a Cidadania da Intercom.

É coordenadora do Grupo de Pesquisa Educação, Comunicação e Feminismos – Flores Raras (CNPq) e participa do Grupo de Pesquisa Comunicação para a Cidadania da INTERCOM (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação).

Referências

ALVAREZ, Sonia E. “Construindo uma política feminista translocal da tradução”. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 17, n. 3, p. 743-753, dez. 2009. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-026X2009000300007&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em 04/05/2021.

COSTA, Claudia de Lima; ALVAREZ, Sonia; FELIU, Verónica; HESTER, Rebecca J.; KLAHN, Norma; THAYER, Millie. Translocalities/Translocalidades: Feminist Politics of Translation in the Latin/a Américas. Durham: Duke University Press, 2014.

BARBOSA, Josânia G.; LOPES, Celi E. “Insubordinação criativa como parte do legado científico de Beatriz Silva D’Ambrosio”. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica, v. 05, n. 13, p. 261-276, jan./abr. 2020.

COSTA, Claudia de Lima; ALVAREZ, Sonia E. “Translocalidades: por uma política feminista da tradução”. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 17, n. 3, p. 739-742, dez. 2009. Disponível em https://periodicos.ufsc.br/index.php/ref/article/view/S0104-026X2009000300006/12125. Acesso em 04/05/2021.

MALUF, Sônia Weidner. “Os dossiês da REF: além das fronteiras entre academia e militância”. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 12, número especial, p. 235-243, dez. 2004. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104026X2004000300025&lng=en&nrm=iso. Acesso em 02/05/2021.

MANCINI, Rose. “Do lado do Mappin, mesmo com chuva”. Um outro olhar, 10/02/2012. Disponível em http://www.umoutroolhar.com.br/2012/02/do-lado-do-mappin-mesmo-comchuva.html. Acesso em 04/05/2021.

NOGUEIRA, Nadia. Invenções de Si em histórias de amor: Lota Macedo Soares e Elizabeth Bishop. 2005. Doutorado (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil. Disponível em http://repositorio.unicamp.br/jspui/bitstream/REPOSIP/280584/1/Nogueira_NadiaCristina_D.pdf. Acesso em 04/05/2021.

PEDRO, Joana Maria; BARLETTO, Marisa. “Movimentos feministas e academia: tensões e alianças”. Revista Feminismos, v. 7, p. 1-16, 2019. Disponível em https://portalseer.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/31863. Acesso em 02/05/2021.

RICH, Adrienne. Heterossexualidade compulsória e existência lésbica & outros ensaios. Traduzido por Angélica Freitas & Daniel Lühmann. Rio de Janeiro: A Bolha, 2019.

Downloads

Publicado

2021-12-10

Edição

Seção

Dossiê Feminismos e Lesbianidades em Movimento: a visibilidade como lugar