In-comunicação e tradução em Walter Benjamin.

Sergio Romanelli

Resumo


Neste artigo pretende-se analisar a peculiar e inovadora definição de tradução de Walter Benjamin à luz de sua teoria da linguagem desenvolvida no livro Die Aufgabe des Übersetzers e fundamentada nos conceitos ambíguos de in-comunicação da obra de arte, de língua pura e de transcrição. Quer-se apontar não somente os elementos inovadores de seu discurso, mas, também, as fraquezas e incongruências tanto da forma quanto do conteúdo de sua obra.

Palavras-chave


Walter Benjamin, comunicação, linguagem, tradução.

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2011v2n28p37



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.