Gênero e tradução: a escritora quebequense Anne Hébert em foco

Autores

  • Lilian Virginia Porto Universidade Federal de Goiás
  • Ofir Bergemann De Aguiar Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2014v1n33p51

Palavras-chave:

Gênero e tradução, Anne Hébert, Tradução feminista

Resumo

Este trabalho tem por objetivo mostrar a importância da escritora quebequense Anne Hébert (1916-2000) no desencadeamento de uma nova prática de tradução no Canadá, a tradução feminista, que tem como maiores representantes Barbara Godard, Susanne de Lotbinière-Harwood, Luise von Flotow e Sherry Simon. Destaca-se a discussão, entre Hébert e Frank Scott, em torno da tradução do poema hebertiano Le tombeau des rois, realizada por Scott. São mencionados os temas recorrentes da obra de Hébert que, a partir dos anos de 1990, passou a ser lida pelo viés feminista: relações familiares conflituosas, revolta e violência das personagens, clausura interior do ser humano e seu desejo de liberação, ressaltando-se o tratamento dado ao universo feminino. São comentados, ainda, problemas de gênero envolvendo duas traduções do romance hebertiano Kamouraska.

Biografia do Autor

Lilian Virginia Porto, Universidade Federal de Goiás

Mestrado (2006) em Literaturas Francesa e Francófonas pela University of Saskatchewan, Canadá. Doutorado (2012) em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Goiás. É professora do Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras (Área de Francês) da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás (UFG). Coordenadora do Núcleo de Estudos Canadenses (NEC) na mesma universidade. Goiânia, Goiás, Brasil. E-mail: lilianportoufg@gmail.com

Ofir Bergemann De Aguiar, Universidade Federal de Goiás

Possui graduação (1979) em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UnB), mestrado (1991) e doutorado (1997) em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Foi Oficial de Chancelaria do Ministério das Relações Exteriores de 1977 a 1987. É professora associada IV da Universidade Federal de Goiás (UFG), onde atua desde 1991. Coordenadora de Assuntos Internacionais da UFG desde 2006. Goiânia, Goiás, Brasil. E-mail: ofirbergemann.ufg@gmail.com

 

Downloads

Publicado

2014-07-31

Edição

Seção

Artigos