Viana, V. & Tagnin, S. E. O. (Org.). Corpora na tradução. São Paulo: Hub Editorial, 2015.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2015v35n2p430

Palavras-chave:

Estudos da Tradução, Linguística Computacional, Linguística de Corpus

Resumo

A obra está composta por dez capítulos que compartilham a mesma temática: o potencial e a aplicabilidade de corpora eletrônicos de língua para a teoria, a prática e a pesquisa em tradução. Também integram a obra a Introdução, de autoria dos próprios organizadores do livro, e um Glossário de Linguística de Corpus, que encerra a publicação, tal como nos volumes anteriores da mesma série. O professor João Azenha Junior (USP) prefacia o trabalho. A observação de evidências empíricas extraídas dos corpora permite a análise de padrões linguísticos de grande importância para a prática tradutória. Questões relativas à equivalência, convencionalidade, idiomaticidade, criatividade lexical, terminologia, fraseologia, dentre tantas outras que são caras à tradução, podem ser melhor exploradas, a partir da observação de contextos linguísticos extraídos dos corpora. Assim, a obra resenhada nos ensina que os corpora atuam como instrumentos fundamentais no auxílio ao exercício da tradução, na realização de traduções terminológica, linguística, artística, textual e culturalmente mais acuradas. Nesse sentido, a presente publicação se coloca como um verdadeiro convite, para que novos pesquisadores comecem a se aventurar, na jornada infindável de descobertas que o uso de corpora pode proporcionar e tem proporcionado na pesquisa linguística.

Biografia do Autor

Raphael Marco Oliveira Carneiro, Universidade Federal de Uberlândia

Mestrando (2014) em Linguística e Linguística Aplicada pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos (PPGEL), no âmbito do Instituto de Letras e Linguística (ILEEL) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Conta com fomento para pesquisa da CAPES. Graduado (2014) do Curso de Licenciatura Plena em Letras: Habilitação em Inglês e Literaturas de Língua Inglesa pela mesma universidade.

Ariel Novodvorski, Universidade Federal de Uberlândia

Doutor (2013) em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professor Adjunto no Curso de Graduação em Letras e no Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos (PPGEL) do Instituto de Letras e Linguística (ILEEL) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Referências

NOVODVORSKI, A.; FINATTO, M. J. B. Linguística de Corpus no Brasil: uma aventura mais do que adequada. Uberlândia, Letras e Letras, v. 30, n. 2, jul/dez. 2014. Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/28516/15799>. Acesso em: 01 jun. 2015.

SCOTT, M. WordSmith Tools. Versão 6.0. Liverpool: Lexical Analysis Software, 2012.

TAGNIN, S; BEVILACQUA, C. (Org.). Corpora na terminologia. São Paulo: Hub Editorial, 2013.

VIANA, V.; TAGNIN, S. E. O. (Org.). Corpora no ensino de línguas estrangeiras. São Paulo: Hub Editorial, 2010.

Downloads

Publicado

2015-08-10