Dois poemas de Emily Dickinson: uma experiência tradutória.

José Lira

Resumo


Este trabalho trata de uma experiência pessoal de tradução poética, abordando a questão da fragmentação identitária do tradutor no afã de interpretar e recriar, em sucessivas tentativas, as múltiplas nuanças do texto original.

Palavras-chave


tradução, poesia, recriação artística.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.