À luz da Ciência na Educação Infantil: Desafiando a imaginação infantil a desvendar fenômenos ópticos

Autores

  • Guilherme Frederico Marranghello Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé https://orcid.org/0000-0001-9156-1847
  • Márcia Maria Lucchese Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé
  • Ângela Maria Hartmann Universidade Federal do Pampa, Campus Caçapava do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2020v37n2p807

Palavras-chave:

Luz, Educação Infantil, Exposição de Ciência

Resumo

Este trabalho apresenta uma análise da visitação de crianças de 4 a 6 anos à exposição À Luz da Ciência na Educação Infantil, promovida pela Universidade Federal do Pampa, a partir de uma proposta de divulgação e popularização da ciência sobre a temática Luz. A proposta fez parte das comemorações do Ano Internacional da Luz (2015), tendo recebido fomento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para sua realização em dois campi: Bagé (em 2016) e Caçapava do Sul (em 2017). Descrevemos neste trabalho as treze estações do circuito da exposição, analisando, em seguida, como as crianças, acompanhadas por suas professoras e monitores da universidade, interagiram com os experimentos e artefatos, bem como sua capacidade de expressar conceitos científicos relacionados à temática, tais como: reflexão, refração, energia luminosa, luz e sombra e outros. Como, na época, as crianças ainda não dominavam a escrita e a leitura, os dados sobre a experiência de visitação foram reunidos por meio de desenhos e comentários feitos por elas após terem percorrido todo o circuito da exposição. O encantamento e a alegria durante a visita à exposição deixaram a certeza de que é possível tornar o conhecimento científico acessível para crianças dessa faixa etária e que a curiosidade é o elemento mais importante a ser explorado durante uma exposição interativa, pois elas se mantêm atentas e receptivas ao que lhes desafia a imaginação.

Biografia do Autor

Guilherme Frederico Marranghello, Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé

Guilherme Frederico Marranghello é doutor em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e professor na Universidade Federal do Pampa. Atualmente é Diretor do Planetário da Unipampa. 

Márcia Maria Lucchese, Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé

Márcia Maria Lucchese  é doutora em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e atualmente é professora na Universidade Federal do Pampa, coordenadora do Projeto Gurias do Pampa nas Exatas.

Ângela Maria Hartmann, Universidade Federal do Pampa, Campus Caçapava do Sul

Ângela Maria Hartmann é doutora em Educação pela Universidade de Brasília e docente no Curso de Ciências Exatas - Licenciatura da Universidade Federal do Pampa desde 2010. Coordenadora institucional do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) edições 2018-2020 e 2020-2022.

Referências

HARTMANN, A. M. Educação e Cultura Científica: a participação de escolas como expositoras na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Curitiba, Appris, 2014. 425 p.

HARTMANN, A. M.; MARRANGHELLO, G. F.; LUCCHESE, M. M. À luz da ciência na educação infantil, Itajaí, Casa Aberta, 2017. 56 p. Disponível em:

<https://sites.unipampa.edu.br/planetario/files/2019/04/a-luz-da-ciencia.pdf>. Acesso em: 30 jun. 2020.

ISZLAJI, C. A. A criança nos Museus de Ciência: Análise da exposição mundo da criança do Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS. 2012. 256 f. Dissertação (Mestrado em Interunidades em Ensino de Ciências) – Faculdade de Educação, Instituto de Física, Instituto de Química, Instituto de Biociências, USP, São Paulo.

LUCCHESE, M. M.; MACHADO, F. Trabalhando com a energia solar no ensino de física e ciências. In: MARRANGHELLO G. F.; LINDEMANN. R. H. (Org.). Ensino de Ciências na Região da Campanha: Contribuições na formação Acadêmico-profissional de professores de Química e Física. Itajaí: Casa Aberta, 2017. v. 1, p. 121-132.

MARTINS, I. P. Educação e Educação em Ciências. Aveiro: Universidade de Aveiro, 2002. 274 p.

MASSARANI, L.; NEVES, R. O olhar das crianças sobre uma exposição interativa. In: MASSARANI, L.; NEVES, R.; AMORIM, L. (Org.). Divulgação científica e museus de ciência: o olhar do visitante. Memórias do evento. Red de Popularización de la Ciencia y la Tecnología en América Latina y el Caribe – RedPOP. 1. ed., Rio de Janeiro: Museu da Vida, Casa de Oswaldo Cruz, Fiocruz, 2016, p. 63-72. Disponível em: <http://www.museudavida.fiocruz.br/images/Publicacoes_Educacao/PDFs/Oolhardovisitante.pdf>. Acesso em: 27 jun. 2020.

MEDEIROS, A. A história e a física do fantasma de Pepper. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 23, n. 3, p. 329-345, set. 2008. ISSN 2175-7941. Disponível em: <https://www.periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/view/5811/5801>. Acesso em: 22 jun. 2020.

MIRANDA, A. C. DE B. et al. Alfabetização Ecológica e Formação de Conceitos na Educação Infantil por meio de atividades lúdicas. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 15, n. 1, p.181-200, mar. 2010.

MOREIRA, M. A. Teorias da Aprendizagem. São Paulo: EPU, 2011. 196p.

OLIVEIRA, M. K. Vygotsky e o processo de formação de conceitos. In: LA TEILLE, Y.; OLIVEIRA, M. K.; DANTAS, H. (Orgs.). Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo, SP: Summus, 1992. cap. 2.

OVIGLI, D. F. B., BERTUCCI, M. C. S. O ensino de Ciências nas séries iniciais e a formação do professor nas instituições públicas paulistas. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, I, 2009, Ponta Grossa. Anais… Ponta Grossa. 2009. p. 1595-1612. Disponível em: <http://www.sinect.com.br/anais2009/>. Acesso em: 30 jul. 2020.

REGO, T. C. Vygotsky: uma perspectiva histórico cultural da educação. Petrópolis: Vozes, 2012. 100p.

STUDART, D. C. Museus e famílias: percepções e comportamentos de crianças e seus familiares em exposições para o público infantil. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 12 (suplemento), p. 55-77, 2005.

VYGOTSKY, L. S. O desenho na infância. In: Ensaios comentados: imaginação e criação na infância. Coleção Ensaios Comentados, São Paulo: Ática, p.105-128.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagem. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008. 216 p.

VYGOTSKY, L. S. A Formação Social da Mente. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1991. 224 p.

ZUQUIERI, R. de C. B. O ensino de ciências na educação infantil: análise de práticas docentes na abordagem metodológica da pedagogia histórico-crítica. 2007. 200 f. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista, Bauru. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/90857>.

Downloads

Publicado

2020-08-12

Edição

Seção

Relatos e propostas de experiências didáticas