Análise e caracterização das questões das provas da Olimpíada Brasileira de Física

Joao Paulo Casaro Erthal, Ramón Giostri Campos, Thays Ferreira Souza, Juliana de Souza Oliveira

Resumo


No Brasil, anualmente, são organizadas e praticadas olimpíadas escolares em diversas áreas do conhecimento, tais como: língua portuguesa, matemática, biologia, física, entre outras. A Olimpíada Brasileira de Física (OBF) tem como objetivo despertar e estimular nos estudantes o interesse pela física, proporcionando desafios e incentivando-os a seguir carreiras científicas e tecnológicas. Este trabalho visa investigar os conteúdos exigidos nas provas da OBF e a forma como estes são abordados, com a finalidade de traçar um perfil das provas da OBF, aplicadas aos estudantes do ensino médio. Para isso, realizou-se uma análise das questões das provas do período de 1999 a 2013, distribuindo os conteúdos das questões das provas em seis áreas de conhecimento da física: mecânica, ondulatória, física térmica, eletromagnetismo, óptica geométrica e física moderna. Após a análise foram construídos gráficos que auxiliaram a identificar peculiaridades destas provas. Os resultados mostram uma evolução no perfil da prova, que atualmente possui uma abordagem mais contextualizada e interdisciplinar quando comparada às edições anteriores, em consonância ao que está descrito nos documentos oficiais da educação brasileira.


Palavras-chave


Olimpíada Brasileira de Física; Análise de questões; Perfil das provas

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2015v32n1p142

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >