Formação inicial do professor de Educação Física: produções acadêmicas entre 2005 – 2014

Willer Soares Maffei, Carlos Eduardo Lopes Verardi, Dalton Müller Pessôa Filho

Resumo


Esta pesquisa está estruturada a partir da investigação de 51 produções científicas publicadas nos principais bancos de teses/dissertações e artigos científicos que abordam a formação de professores de Educação Física no período entre 2005-2014. Foi proposto verificar quais aspectos da formação de professores têm se apresentado como foco das pesquisas nesse período destacando o conhecimento trazido nas produções que retratam especificamente a formação docente. Para análise da literatura encontrada foi utilizada a técnica da Análise de Conteúdo segundo Bardin (2011). Destaca-se uma parca produção a respeito do tema. Os argumentos apresentados sinalizam o descompasso entre o conhecimento específico e a didática; relação teoria/prática fragmentada, problemática, confusa, portadora de conflitos e antagonismos; disciplinas pedagógicas com pouca frequência e inseridas tardiamente nos cursos, circunstâncias que desencadeiam certa fragilidade na formação. As produções enfatizam prioritariamente o ensino, muito embora, esteja previsto para os cursos superiores a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.



Palavras-chave


Formação de professores; Educação física; Ensino

Texto completo:

PDF/A

Referências


BARBOSA-RINALDI, Ieda Parra. Formação inicial em Educação Física: uma nova epistemologia da prática docente. Movimento, Porto Alegre, v. 14, n. 03, p. 185-207, setembro/dezembro de 2008.

Bardin, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BEZERRA, Brigida Batista. Formação profissional em Educação Física: construção identitária de professores em formação inicial. 2012. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação Física. FESP - UPE - UFPB Instituição de Ensino: FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO, Recife, 2012.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP 009/2001 dispõe sobre Proposta de Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília: MEC, CNE, 2001.

______ Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP 001/2002 dispõe sobre Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília: MEC, CNE, 2002.

______ Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP 002/2002 dispõe sobre a carga horária mínima para integralização dos cursos de formação de professores. Brasília: MEC, CNE, 2002.

______ Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE-CES 07/2004. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Educação Física, em nível superior de graduação plena. Brasília: MEC, CNE, 2004.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.

CUNHA, Jose Jailton da. Formação do professor de Educação Física: coerências e incoerências. 2011. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação. UNOESTE, Presidente Prudente, 2011.

GARIGLIO, José Ângelo. O papel da formação inicial no processo de constituição da identidade profissional de professores de Educação Física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, v. 32, n. 2-4, p. 11-28, dez. 2010.

GORDO, M. do E. S. C. A formação profissional em Educação Física no Pará e a aspiração discente. 2011. Dissertação de Mestrado. Instituto de Ciência da Educação. ICED - UFPA, Belém, 2011.

JUNIOR, G. C.; CAPARROZ, F. E. A juventude rumo à docência: considerações acerca da formação profissional em Educação Eísica. Revista Brasileira de Ciência do Esporte. Florianópolis, v. 35, n. 1, p. 145-159, jan./mar. 2013

JÚNIOR, N. E. S.; BORGES, L. F.F. A pesquisa na formação inicial dos professores de Educação Física. Movimento. Porto Alegre, v. 18, n. 02, p. 169-186, abr/jun de 2012.

MARCELO, C. G. A formação de professores: Centro de atenção e pedra de toque. In: NÓVOA, A. (org.) Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

METZNER, Andréia Cristina. O papel da Didática na formação dos professores de Educação Física: a opinião dos discentes. Conexões: revista da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, Campinas, v. 9, n. 1, p. 166-192, jan./abr. 2011.

NOZAKI, Joice Mayumi. Os significados e as implicações da extensão universitária na formação inicial e na atuação profissional em Educação Física. 2012. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação Física. UNESP, Rio Claro, 2012.

OLIVEIRA, A. A. B. A formação profissional em Educação Física: legislação, limites e possibilidades. In. NETO, S. de S. & HUNGER, D. (orgs.). Formação profissional em Educação Física: estudos e pesquisas. Rio Claro, SP: Biblioética, 2006.

PÉREZ-GÓMES, A. O pensamento prático do professor: a formação do professor como profissional reflexivo. In: Nóvoa, A. (org.) Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

RAMOS, G.N.S. Preparação profissional em Educação Física: a questão dos estágios. 2002. Tese de Doutorado. Faculdade de Educação Física. UNICAMP, Campinas, 2002.

RANGEL-BETTI, I.C.; BETTI, M. Novas perspectivas na formação profissional em Educação Física. Motriz, v.2, n.1:10-15, 1996.

SCHELLIN, Fabiane de Oliveira. Extensão Universitária e formação de professores de Educação Física: contribuições e contradições. 2013. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação Física. UFPEL, Pelotas, 2013.

SCHNETZLER, R.P. O PROFESSOR DE CIÊNCIAS: problemas e tendências de sua formação. In. SCHNETZLER, R.P & ARAGÃO, R.M.R. (Orgs.). ENSINO DE CIÊNCIAS: fundamentos e abordagens. CAPES/UNIMEP, 2000.

SCHÖN, D.A. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem/ Donald A. Schön; trad. Roberto Cataldo Costa – Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

SILVA, Alexandra Rosa. As trajetórias formativas de acadêmicos de Educação Física do curso de licenciatura da UFSM: contribuições na constituição do ser professor. 2009. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação. UFSM, SANTA MARIA, 2009.

SOUZA, D. M. de; SAGRILLO, D. R.; LIMA, L. N.; SOUZA, M. da S. PRÁTICA PEDAGÓGICA em EDUCAÇÃO FÍSICA: a importância do pressuposto epistemológico no processo de ensino. Motrivivência, Ano XVII, Nº 24, p. 139-149 Jun./2005.

SOUZA, Esther Vieira Brum de. A formação inicial do professor de educação física: um estudo sobre os modelos de alternância e os saberes docentes. 2012. Tese de Doutorado. UNESP. Rio Claro 2012.

VIEIRA, Evilasio Martins. A relação entre as práticas de formação de professores e a teoria do conhecimento no curso de licenciatura em Educação Física da Universidade Regional do Cariri. 2012. Tese de Doutorado. Faculdade de Educação. UFPE, Recife, 2012.

ZEICHNER, K.M. O professor como prático reflexivo. In: Zeichner, K.M. A formação reflexiva de professores: idéias e práticas. Lisboa: Educa, 1993.

______ Para além da divisão entre Professor-pesquisador e pesquisador-acadêmico. In: GERALDI, C.M.G.; FIORENTINI, D.; PEREIRA, E.P. de A. (orgs.) Cartografias do trabalho docente: professor (a) – pesquisador(a). Campinas, SP: Mercado de Letras: Associação de Leitura do Brasil – ALB, 1998. (Coleção Leituras do Brasil).




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2016v28n49p146



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA