Perspectivas sobre as mulheres no campo do futebol/futsal feminino: o que as pesquisas nos periódicos nacionais evidenciam

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2021e76239

Palavras-chave:

Futebol Feminino, Profissionalização esportiva, Estigma de gênero

Resumo

Este estudo se propôs a analisar a produção acadêmica brasileira no campo da Educação Física acerca do futebol/futsal feminino afins de identificar quais os indícios científicos os estudos em questão apresentam. A pesquisa possui caráter qualitativo, já que opera uma Revisão Sistemática da Literatura (RSL). Como critério para a seleção dos periódicos, foram priorizados aqueles voltados para a área de Educação Física, com estratificação B e A segundo a avaliação da CAPES (Qualis) e publicados entre 2015 e 2020.  No transcurso da pesquisa, doze artigos de seis revistas, na perspetiva quanti-qualitativa, foram analisados. Para proceder com a análise, foram criadas duas categorias: (i) aspectos históricos, sociais e culturais; (ii) performance e alto rendimento. O campo de pesquisa sobre futebol/futsal feminino destaca discussões sobre gênero, incentivos e preconceitos.

Biografia do Autor

José Ricardo Lopes Ferreira, Estácio de Sá - Faculdade de Alagoas

Mestre em Educação - UFAL

Licenciado em Educação Física -  Ufal

Docente do curso de Educação Física - Estácio-FAL

Lucas Xavier de Melo, Estácio de Sá - Faculdade de Alagoas

Graduado em Educação Física (Estácio/FAL)

Hadonay Jonys Souza Lima, Estácio de Sá - Faculdade de Alagoas

Graduado em Educação Física (Estácio/FAL)

Robson Arthur Moura Lima, Estácio de Sá - Faculdade de Alagoas

Graduado em Educação Física (Estácio/FAL)

Lucas Fellype Buarque De Melo

Graduado em Educação Física (Estácio/FAL)

Referências

BARREIRA, Júlia. Vantagem de jogar em casa no futebol feminino: uma análise dos três principais campeonatos no Brasil. R. bras. Ci. e Mov. V. 26 N. 3. P. 83-87, 2018. Disponível em: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/7810. Acesso em 22 de maio 2020.

CHAN-VIANNA, Alexandre Jackson. J.; MOURA, Diego Luz. Futebol, mulheres e interação social. LICERE - Revista do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer, v. 20, n. 4, p. 1-21, 18 dez. 2017. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/licere/article/view/1722. Acesso em 20 de maio 2020.

CORRÊA, Lionela da Silva.; SILVA, Nívea Regina Sales da.; MASULLO, Romulo Vasconcelos. A percepção de meninas praticantes de futsal em relação a preconceito sobre o sexo feminino na prática do esporte. Revista acta brasileira do movimento humano – vol.5, n.3, p.1-9 – jul./set, 2015. Disponível em: http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/actabrasileira/article/view/2832. Acesso em 20 de maio 2020

COSVOSKI, Thainara; ANTUNES, Mateus Dias.; OLIVEIRA, Daniel Vicentini de; FREIRE, Gabriel Lucas Morais; NASCIMENTO JÚNIOR, José Roberto Andrade do; ACENCIO, Fabio Ricardo. Síndrome de Burnout em atletas de futsal feminino universitárias: um estudo comparativo. Pensar a Prática, v. 22, 29 nov. 2019. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/55236. Acesso em 20 de maio 2020

FRANZINI, Fábio. Futebol é “coisa para macho”? Pequeno esboço para uma história das mulheres no país do futebol. Revista brasileira de história. São Paulo, v. 25, n. 50, jul./dez 2005. Disponivel em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=s0102-01882005000200012&script=sci_arttext. Acesso em 2020.

GUIRRA, Frederico Jorge Saad; ALMEIDA, Jacqueline Vieira. Análise da percepção de jogadores de futebol amador sobre mulheres que praticam o futebol. Pensar a Prática, v. 18, n. 3, 30 set. 2015. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/34040. Acesso em 20 de maio 2020.

KASSIANO, Witalo; JESUS, Karla; ASSUMPÇÃO, Cláudio; LAMBOGLIA, Carminda.; MENDES, Alisson; BARBOSA, Ralciney; SABÓIA, Wilson.; SIMIM, Mário; MEDEIROS, Alexandre Igor Araripe. Respostas neuromusculares e fisiológicas durante o jogo em atletas de futsal feminino. Journal of Physical Education, v. 30, n. 1, p. e-3061, 2 jul. 2019. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/43522. Acesso em 20 de maio 2020.

LIVEIRA SOUZA, Maria Thereza; MENDES CAPRARO, André; MORAES E SILVA, Marcelo. Habilidosas e bonitas: as considerações de duas atletas de futebol sobre a formação de suas identidades. Movimento (ESEFID/UFRGS), Porto Alegre, p. 883-894, 2017. ISSN 1982-8918. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/64827/43872. Acesso em: 27 maio 2020.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projeto e relatório, publicações e trabalhos científicos. 7. ed. – 6. reimpr. São Paulo: Atlas: 2011.

MYSKIW, Mauro. Sociabilidades de mulheres na várzea: ensaio etnográfico acerca de relações de gêneros num circuito de futebol de Porto Alegre. Motrivivência, Florianópolis, v. 28, n. 49, p. 114-127, nov. 2016. ISSN 2175-8042. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2016v28n49p114. Acesso em: 27 de maio 2020.

OLIVEIRA SOUZA, Maria Thereza; MENDES CAPRARO, André; JENSEN, Larissa. Mulheres fora da área: escritoras "arriscando-se" a dissertar sobre futebol. Motrivivência, Florianópolis, v. 29, n. 50, p. 140-152, abr. 2017. ISSN 2175-8042. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2017v29n50p140. Acesso em: 27 de maio 2020.

PIRES, Renata Thober. Fatores motivacionais para a prática do futebol feminino em dois clubes profissionais na cidade de Porto Alegre. Trabalho de Conclusão de Curso – Graduação em Educação Física - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre-RS, 2017.

QUEIROGA, Marcos Roberto.; MEZALIRA, Francisco Moacir.; SOUZA, William Cordeiro de; WEBER, Vinicius Müller Reis.; CARVALHAES, Mayla Fernanda de Moura; FERREIRA, Sandra Aires; SILVA, Danilo Fernandes da. Perfil morfológico de atletas titulares e reservas de futsal feminino. Journal of Physical Education, v. 29, n. 1, p. e-2965, 23 set. 2018. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/39992. Acesso em 27 de maio 2020.

SALVINI, Leila; MARCHI JÚNIOR, Wanderley. Registros do futebol feminino na revista Placar: 30 anos de história. Motrivivência, Florianópolis, v. 28, n. 49, p. 99-113, nov. 2016. ISSN 2175-8042. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2016v28n49p99. Acesso em: 27 de maio 2020.

SOUZA, Ana Claudia Ferreira de; MARTINS, Mariana Zuaneti. O paradoxo da profissionalização do futsal feminino no Brasil: entre o esporte e outra carreira. Pensar a Prática, v. 21, n. 1, 29 mar. 2018. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/45075. Acesso em: 27 de maio 2020

TIESLER, Nina Clara. Three types of transnational players: differing women's football mobility projects in core and developing countries. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Porto Alegre, v. 38, n. 2, p. 201-210, jun. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32892016000200201&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 27 de maio 2020.

Downloads

Publicado

2021-04-12

Edição

Seção

Porta Aberta