Registros do futebol feminino na revista Placar: 30 anos de história

Autores

  • Leila Salvini Universidade Federal do Paraná
  • Wanderley Marchi Júnior Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2016v28n49p99

Palavras-chave:

Futebol feminino, Revista placar, História do futebol feminino

Resumo

Propomos com esse escrito apresentar uma história do futebol feminino contada pela revista Placar entre os anos de 1980 – 2010. Para tanto, foram utilizadas 23 revistas que estão apresentadas no corpo do texto subdivididas em três décadas. A primeira década de 1980-1990 apresenta resquícios evidentes do Decreto-Lei 3.199, e dessa forma, a revista se esforça para apresentar jogadoras em poses ou ações que lembrem a normatividade de gênero, nesse período, surge o E. C. Radar, que ficou conhecido como a equipe mais vitoriosa do futebol feminino brasileiro. A década seguinte é marcada por eventos internacionais e a dicotomia na veiculação de informações e imagens de mulheres futebolistas e de modelos que jogavam o futebol. Já a década que abrange os anos de 2000-2010, fica marcada pelo bom desempenho em eventos internacionais e o anseio da profissionalização, que permanece um pouco distante de se tornar realidade.

Biografia do Autor

Leila Salvini, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda em Educação Física pela Universiade Federal do Paraná. Departamento de Educação Física. Linha de pesquisa: Esporte, Lazer e Sociedade.

Wanderley Marchi Júnior, Universidade Federal do Paraná

Pós-doutor em Sociologia do Esporte pela West Virginia University/USA. Professor nos programas de graduação e pós-graduação em Educação Física e pós-graduação em Sociologia na Universidade Federal do Paraná. 

Downloads

Publicado

2016-11-28

Edição

Seção

Artigos Originais