As doenças dos mineiros de carvão do sul do Brasil em meados do século XX

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2020.e74695

Palavras-chave:

Medicina do trabalho, Doenças profissionais, Mineiros de carvão

Resumo

Este artigo analisa as condições de vida e saúde dos trabalhadores das minas de carvão no sul do Brasil, em especial as doenças e enfermidades que os atingiam. Faz uma discussão sobre a emergência da saúde pública e da medicina do trabalho como áreas de estudo e pesquisa sobre as doenças que atingiam os trabalhadores, especificamente os mineiros do carvão na Europa e em alguns países da América Latina. Através da pesquisa bibliográfica de autores que pesquisaram sobre a saúde laboral dos trabalhadores e de relatórios de médicos que viveram e trabalhavam na região carbonífera naquela época, procura-se relacionar a discussão teórica com a análise empírica dos casos de acidentes e doenças dos mineiros de carvão no Brasil. Por fim, faz a análise de um processo na justiça de um acidente de trabalho de um mineiro em Santa Catarina, demonstrando os embates que ocorriam entre operários, patrões e as seguradoras de acidentes de trabalho em meados do século XX.

 

Biografia do Autor

Bruno Mandelli, PPGH UFRGS

Mestre em História pela Universidade Federal de Santa Catarina. Doutorando do Programa de Pós-graduação em História da UFRGS

Referências

ALMEIDA, Anna Beatriz de Sá. Doenças e Trabalho: um olhar sobre a construção da especialidade Medicina do Trabalho. In: NASCIMENTO, Dilene Raimundo do; CARVALHO, Diana Maul de; MARQUES, Rita de Cássia (org.). Uma história brasileira das doenças. Rio de Janeiro: Mauad, 2006.

BOA NOVA JR., Francisco de Paula. Problemas médico-sociais da indústria carbonífera catarinense. Rio de Janeiro: Departamento de Fomento da Produção Mineral, 1953.

CAROLA, Carlos R. Assistência médica, saúde pública e o processo modernizador da região carbonífera de Santa Catarina (1930-1964). 2004. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

CAROLA, Carlos R. Minas de carvão, enfermidades e estado civilizador: uma abordagem histórica sobre as doenças dos mineiros da região carbonífera de Santa Catarina. In: VIEIRA, R. S.; CUSTÓDIO, A. V. (org.) Estado, política e direito: políticas públicas e direitos sociais, v. 3. Criciúma: Ed. Unesc, 2011.

CHALHOUB, Sidney. Cidade Febril: cortiços e epidemias na Corte Imperial. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

COIMBRA, David. Atravessando a escuridão: memórias de um comunista casual. Criciúma: Editora Unesc, 1996.

DUARTE, Adriano Luiz; GALLO, Óscar. Trabalho, saúde e medicina na América Latina. Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 7, n. 13, p. 5-8, mar. 2016.

ENGELS, Friedrich. A situação da classe trabalhadora na Inglaterra. São Paulo: Editora Boitempo, 2008.

GALLO, Óscar. CASTAÑO, Eugenio (org.). La salud laboral el siglo XX y el XXI – De la negación al derecho a la salud y la enfermidade. Colômbia: Escuela Nacional Sindical, 2016.

HOBSBAWM, Eric. A era das revoluções, 1789-1848. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

HOBSBAWM, Eric. A era do capital, 1848-1875. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

HOBSBAWM, Eric. A História de baixo para cima. In: HOBSBAWM, Eric. Sobre História. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

MUNAKATA, Kazumi. A legislação trabalhista no Brasil. São Paulo: Editora Brasiliense, 1981.

NAVARRO, Alfredo Menéndez. De Líneas rectas y renglones torcidos: el reconocimiento de la neumoconiosis de los mineros del carbón em Espanã (1930-1944). In: GALLO, Óscar; CASTAÑO, Eugenio (org.). La salud laboral el siglo XX y el XXI – De la negación al derecho a la salud y la enfermidade. Colômbia: Escuela Nacional Sindical, 2016.

ROSENTAL, Paul André; DEVINCK, Jean Claude. Estadística y muerte industrial: la fabricación del número de víctimas de la silicosis em las minas de carbón em Francia, de 1946 hasta nuestros días. In: GALLO, Óscar; CASTAÑO, Eugenio (org.). La salud laboral el siglo XX y el XXI – De la negación al derecho a la salud y la enfermidade. Colômbia: Escuela Nacional Sindical, 2016.

SCHWARCZ, Lilia M.; STARLING, Heloisa. Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

SEVCENKO, Nicolau. A Revolta da Vacina. São Paulo: Unesp, 2018.

SILVA, Maria Elisa Lemos. Entre lançadeiras, guindastes e trilhos: doenças e acidentes de trabalho em Salvador nas décadas de 1930 e 1940. Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 7, n. 13, p. 215-231, jan.-jun. 2015.

SPERANZA, Clarice G. Cavando direitos: as leis trabalhistas e os conflitos entre trabalhadores e patrões nas minas do Rio Grande do Sul nos anos 40 e 50. 2012. Tese (Doutorado em História) – Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2012.

THOMPSON, Edward P. Costumes em Comum: estudos sobre a cultura popular tradicional. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

VEIT, Benedito. Mineiros, uma raça. São Jerônimo: Ed. do autor, 1993.

VOLPATO, Terezinha Gascho. Vidas Marcadas: Trabalhadores do Carvão. Tubarão: UNISUL, 2001.

ZACHARIAS, Manif. Minha Criciúma de ontem. Ed. do autor, 1999.

ZOLA, Émile. Germinal. São Paulo: Martin Claret, 2008.

Downloads

Publicado

2020-11-16

Edição

Seção

Dossiê 2020.2 - "Os mundos do trabalho e suas interfaces com a ciência, a saúde e a doença”