Educação Profissional: desafios para a construção de um projeto para os que vivem do trabalho

Acácia Zeneida Kuenzer, Gabriel Grabowski

Resumo


Este artigo, a partir da integração entre Ciência, Tecnologia e Sociedade, propõe-se a  contribuir para o debate que vem se desenvolvendo acerca das estratégias de organização
e gestão da educação profissional, tomando como princípio a democratização, na perspectiva da emancipação humana. Tomando por base a Lei 9.394 de 1996, afirma
que a educação profissional a ser desenvolvida por meio de ações intencionais e sistematizadas sobre uma sólida base de educação geral, científico-tecnológica e sóciohistórica,
por concepção e por norma, é parte integrante e indissociável da Educação Nacional. Decorre desta afirmação que sua organização e sua gestão estratégica não
admitem qualquer forma de paralelismo ou externalidade, contrapondo-se à proposta de criação de uma Lei Orgânica que confira, por uma organização e um marco regulativo
próprio, autonomia da educação profissional em relação ao Sistema Nacional de Educação. Defende a integração de políticas, de programas e de instituições, preservadas
as especificidades das instâncias e a estratégia de construção coletiva, a criação de um fundo específico de financiamento e a gestão pública, instando o Estado a assumir seu papel coordenador e supervisor na articulação dos esforços do governo, dos empresários e dos trabalhadores, entendendo a educação profissional, integrada à Educação Básica, como direito de todos e dever do Estado.


Palavras-chave


Ensino profissional; educação para o trabalho; Professional education; education for work; Enseñanza profesional; educación para el trabajo

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



Direitos autorais 2008 Acácia Zeneida Kuenzer, Gabriel Grabowski

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.