O ensino da língua materna: as narrativas cotidianas e literárias nos anos iniciais do Ensino Fundamental

Autores

  • Lilane Maria de Moura Chagas Universidade Federal do Amazonas, Manaus

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Narrativas Cotidianas e Literárias, Didática, Língua Materna, Daily and Literary Narratives, Didactic, Maternal Language, Narrativas cotidianas y literarias, Didáctica, Língua materna

Resumo

O texto apresenta a importância das narrativas na primeira série do Ensino Fundamental, destacando alguns aspectos das atividades de ensino da língua materna como resultado da pesquisa de doutorado na área da Linguagem e Educação. O objetivo do estudo foi o de compreender como as narrativas cotidianas e literárias foram trabalhadas e se manifestaram com todo o seu movimento, limitações e avanços, tendo como pano de fundo um conjunto de mediações que confi gurou, em parte, a análise realizada. O campo empírico foi analisado a partir de uma concepção de linguagem e de atividade humana, com base nas referências teóricas fornecidas pela perspectiva histórico-cultural, especifi camente os aportes de Vygotski e Leóntiev. O resultado foi o de que as narrativas cotidianas e literárias estavam presentes nas atividades de ensino, mas que, em alguns momentos e ações, havia uma subsunção das narrativas literárias à didática, quando essas narrativas eram usadas como recursos para o ensino da língua. Essa questão tensionou a linha tênue entre a necessidade de ensinar a ler e a escrever, os processos de aprendizagem (campo da didática) e o uso da narrativa literária sem que se perdessem os elementos potencializadores nela contidos. Nesta pesquisa, defendemos a tese de que as narrativas – cotidianas e literárias – são relevantes e fundamentais nas atividades de ensino da língua materna. Mas as narrativas literárias são as que potencializam os aspectos e os saltos qualitativos que permitem ir além do plano da cotidianidade, ampliando e estendendo as diversas possibilidades do uso da palavra e o desenvolvimento da capacidade criadora.

Biografia do Autor

Lilane Maria de Moura Chagas, Universidade Federal do Amazonas, Manaus

Graduação em Pedagogia pela UFAM (1990), mestrado em Educação pela UFSC (1998) e doutorado em Educação pela USP. Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2007-11-16