Educação de jovens e adultos e educação popular: um estudo sobre produções em periódicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2020.e66242

Palavras-chave:

Educação de jovens e adultos, Educação popular, Pesquisa, Estado do conhecimento

Resumo

O artigo tem como objetivo situar os resultados do levantamento de artigos em periódicos avaliados pelo Sistema Qualis da Capes, com estudos sobre Educação de Jovens e Adultos e a Educação Popular. Em termos metodológicos, trata-se de um estado de conhecimento, por envolver apenas uma fonte de levantamento, ou seja, artigos em periódicos. Os artigos foram selecionados por meio do descritor ‘Educação de Jovens e Adultos e Educação Popular’, sendo analisados tanto os resumos como os textos na sua integralidade, além das referências, e foram localizados e estudados 17, caracterizando a produção no período de 2003 a 2017. Os títulos dos artigos apontaram para estudos sobre a interface entre a Educação de Jovens e Adultos e a Educação Popular, bem como para a Educação de Jovens e Adultos e para a educação popular de forma isolada. O objeto de estudo dos artigos foi organizado em 3 eixos temáticos: Educação de Jovens e Adultos, Educação de Paulo Freire e Cultura Popular, os quais foram agrupados em subtemas: a) políticas públicas, Educação Popular, História, extensão universitária, Educação Ambiental e Geografia; b) teatro e cultura e Arte e literatura; c) manifestações religiosas populares, apontando para uma interação com várias áreas do ensino. Destaca-se que Paulo Freire é o autor mais citado, evidenciando a importância do seu pensamento educacional na Educação de Jovens e Adultos e na Educação Popular.

Biografia do Autor

Ivanilde Apoluceno de Oliveira, Universidade do Estado do Pará, UEPA

Professora da Universidade do Estado do Pará, UEPA

Isabell Theresa Tavares Neri, Universidade do Estado do Pará, UEPA

Mestra em Educação pela Universidade do Estado do Pará, UEPA

Priscila Costa Soares Leite, Universidade do Estado do Pará, UEPA

Mestra em educação pela Universidade do Estado do Pará, UEPA

Hanna Tamires Gomes Corrêa, Universidade do Estado do Pará, UEPA

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Pará, UEPA

Referências

ALIER, Joan Martinez. O ecologismo dos pobres: conflitos ambientais e linguagens de valoração. São Paulo: Contexto, 2007.

ARROYO, Miguel. Outros sujeitos, outras pedagogias. Rio de Janeiro: Vozes, 2012.

BACOCINA, Eliane Aparecida. Trabalho, opressão e transformação: diálogos na Educação de Jovens e Adultos. Educação: Teoria e Prática, [S. l.], v. 17, n. 29, p. 121-137, jul./dez. 2007. Disponível em: https://bit.ly/2Q6ioHC. Acesso em: 20 set. 2018.

BARBOSA, Walter. As políticas de educação popular em Natal – RN (1957-1964). HOLOS, Natal, v. 32, n. 2, p. 208-230, 2016. ISSN 18-7-1600. DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2016.4179. Disponível em: https://bit.ly/36W0a28. Acesso em: 20 set. 2018.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2002.

BOAL, Augusto. A estética do oprimido. Rio de Janeiro: Garamond, 2009.

BOAL, Augusto. Jogos para atores e não-atores. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005a.

BOAL, Augusto. Teatro do Oprimido e outras poéticas políticas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005b.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. (org.). A questão política da Educação Popular. São Paulo: Brasiliense, 1980.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. A educação popular na escola cidadã. Petrópolis: Vozes, 2002.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. A folia de reis de Mossâmedes: etnografia de um ritual camponês. Revista Goiana de Artes, Goiânia, v. 4, n. 1, p. 158, jan./jun. 1983.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Em campo aberto. Escritos sobre a educação e a cultura popular. São Paulo: Cortez, 1995.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. 25. ed. São Paulo: Brasiliense, 1989.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Sacerdotes de viola. Petrópolis: Vozes, 1981.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União: Brasília, DF, Seção 1, p. 27833, 23 dez. 1996. Disponível em: https://bit.ly/2PPAy1n. Acesso em: 20 set. 2018.

BRASIL. Plano Nacional de Educação – PNE (2014-2014) – Linha Base. Brasília: DF: MEC; INEP, 2015.

CAIADO, Kátia Regina Moreno; GONÇALVES, Thaisa Graziela Gomes Lulinha; SÁ, Michele Aparecida. Educação escolar no campo: desafios à educação especial. Linha Critica, [S. l.], Brasília, DF, v. 22, nº 48, p. 324, 345, maio/ago. 2016. Disponível em: https://bit.ly/2QdT8Px. Acesso em: 20 set. 2018.

CAIADO, Kátia Regina Moreno; MELETTI, Silvia Marcia Ferreira. Educação especial na educação do campo: 20 anos de silêncio no GT 15. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 17, p. 93-104, maio-ago. 2011.

CALIMAN, Geraldo. A pedagogia social na Itália. In: SILVA, Roberto da; SOUZA NETO, João Clemente de; MOURA, Rogério Adolfo de. Pedagogia social. São Paulo: Expressão e Arte, 2009. p. 39-47.

CALIMAN, Geraldo. Pedagogia Social: contribuições para a evolução de um conceito. In: SILVA, Roberto et al. (org.). Pedagogia Social: contribuições para uma Teoria Geral da Educação Social. São Paulo: Expressão e Arte, 2011. p. 236-259.

CALIMAN, Geraldo. Pedagogia Social: seu potencial crítico e transformador. Revista de Ciências da Educação, Americana/SP, Ano XII, n. 23, p. 341-368, 2º Semestre 2010. E-INSS 2317-6091. DOI: https://doi.org/10.19091/reced.v0i23.73. Disponível em: https://bit.ly/2Sjz1Cg. Acesso em: 20 set. 2018.

CANDA, Cilene. Paulo Freire e Augusto Boal: diálogos entre educação e teatro. Holos, [S. l.], v. 28, n. 4, p. 188-198, 2011. DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2012.742. Disponível em: https://bit.ly/2SixjBl. Acesso em: 29 set. 2018.

CORD, Marcelo Mac. Uma experiência de educação popular e seus diálogos com a Lei 10.639/2003: “Limpeza total: UFF, EJA e trabalhadores terceirizados”. Revista de Educação Popular, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 141-159, 30 ago. 2016. DOI: https://doi.org/10.14393/REP-v15n12016-rel02. Disponível em: https://bit.ly/2QhAGG6. Acesso em: 20 set. 2018.

DAMASCENO, Maria Nobre. A construção do saber social pelo camponês na sua prática produtiva e política. In: DAMASCENO, Maria Nobre; THERIEN, Jacques. Educação e escola no campo. Campinas: Papirus, 1993. p. 53-73.

FISCHER, Nilton Bueno. Educação não escolar de jovens e adultos e educação ambiental: um balanço da produção de conhecimentos. E-curriculum, São Paulo, v. 5 n. 1, p. 1-23, dez. Disponível em: https://bit.ly/374EGAv. Acesso em: 20 set. 2018. 2009.

GARRIDO, Noemia de Carvalho. Entrevistado: Carlos Rodrigues Brandão. A Educação de Jovens e Adultos e os desafios contemporâneos. Laplage em Revista, Sorocaba, v. 1, n. 2, p. 149-153, maio/ago. 2015. ISSN:2446-6220. DOI: https://doi.org/10.24115/S2446-622020151228.

GROPPO, Luís Antonio; COUTINHO, Suzana Costa. A Educação Popular e o campo das práticas socioeducativas: considerações sobre a história da educação popular e de seus desafios atuais. Eccos Revista Científica, São Paulo, n. 40, p. 129-143, maio/ago. 2016. e-ISSN 1983-9278. DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n40.3934. Disponível em: https://bit.ly/3btFUbp. Acesso em: 20 set. 2018.

GRÜN, Mauro. Em busca da dimensão ética da Educação Ambiental. Campinas: Papirus, 2007.

LAFFIN, Maria Hermínia Lage Fernandes. Projeto de Pesquisa: fundamentos e autores recorrentes do campo da Educação de Jovens e Adultos no Brasil: a construção de um glossário eletrônico. Florianópolis: UFSC, 2007. Mimeo.

LOUREIRO, Manuel; CASTELEIRO, Steven. A pedagogia social em Portugal. In: SOUZA NETO, João Clemente; SILVA, Roberto da; MOURA, Rogério (org.). Pedagogia Social. São Paulo: Expressão e Arte, 2009. p. 68-78.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MIRANDA, Danilo Santos de. Entrevista. Almanaque Brasil de Cultura Popular, São Paulo, n. 47, fev. 2003.

OLIVEIRA, Inês Barbosa de. As interfaces educação popular e EJA: exigências de formação para a prática com esses grupos sociais. Educação, Porto Alegre, v. 33, n. 2, p. 104-110, maio/ago. 2010. e-ISSN: 1981-2582. Disponível em: https://bit.ly/2ShqnDP. Acesso em: 20 set. 2018.

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de; BARBOSA, Rafael Grigório Reis. Educação Popular e o processo de socialização de educandos de um hospital psiquiátrico de Belém-PA. Revista Contexto & Educação, [S. l.], v. 25, n. 83, 2010. ISSN: 2179-1309. DOI: https://doi.org/10.21527/2179-1309.2010.83.177-200. Disponível em: https://bit.ly/2OLrwSi. Acesso em: 20 set. 2018.

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de; MOTA NETO, João Colares da. A construção de categorias de análise na pesquisa em educação. In: MARCONDES, Maria Inês; OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de; TEIXEIRA, Elizabeth (org.) Abordagens teóricas e construções metodológicas na pesquisa em educação. Belém: EDUEPA, 2011. p. 161-179.

PALUDO, Conceição. Educação popular: dialogando com redes latino-americanas (2000-2003). In: PONTUAL, Pedro; IRELAND, Timothy. Educação popular na América Latina: diálogos e perspectivas. Brasília: Ministério da Educação; Unesco, 2009. p. 41-62. (Col. Educação para todos, nº 4).

PEREIRA, Gaetana de Brito Palladino; PEREIRA, Lucas Batista. Perspectivas da educação não formal em Geografia. Geografares, [S. l.], v. 4, p. 31-41, 2003. DOI: https://doi.org/10.7147/GEO4.1079. Disponível em: https://bit.ly/31JGVHS. Acesso em: 20 set. 2018.

RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em Educação. Revista Diálogo Educacional, [S. l.], v. 6, n. 19, p. 37-50, set./dez. 2006. Disponível em: https://bit.ly/2wch5kh. Acesso em: 2 mar. de 2014.

SCOCUGLIA, Celso Afonso. A história das ideias de Paulo Freire e a atual crise de paradigmas. Paraíba: Editora Universitária, 1999.

SILVA, Roberto da. Visões e concepções necessárias a uma teoria geral da Educação Social. In: SILVA, Roberto da et al. (org.). Pedagogia Social: contribuições para uma teoria geral da educação social. São Paulo: Expressão e Arte, 2011. p. 166-189.

STRECK, Danilo R.; SANTOS, Karine. Educação de Jovens e Adultos: diálogos com a Pedagogia Social e Educação Popular. Eccos Revista Científica, São Paulo, v. 25, p. 19-37, jan./jun. 2011. ISSN: 1517-1949. Disponível em: https://bit.ly/2SEyg5d. Acesso em: 20 set. 2018.

SZYMANSKI, Heloisa et al. (org.). A entrevista na pesquisa em educação: a prática reflexiva. Brasília: Liber Livro, 2004.

TORRES, Rosa Maria. Relatório Síntese Regional da América Latina e Caribe da Alfabetização à aprendizagem ao longo da vida: tendências, questões e desafios da Educação de Jovens e Adultos na América Latina e no Caribe. In: Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura. Educação e aprendizagem para todos: olhares dos cinco continentes. Brasília, DF: Unesco, MEC, 2009, p. 37-109.

WANDERLEY, Luis. Apontamentos sobre educação popular. In: VALLE, Eudêncio; QUEIRÓS, José (org.). A cultura do povo. 4. ed. São Paulo: Cortes, 1988. p. 58-79.

Downloads

Publicado

2020-03-27

Edição

Seção

Dossiê Pesquisas sobre produção acadêmica em educação de jovens e adultos