Educação de adultos: novas oportunidades de literacia

Maria de Lourdes Dionísio

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-795X.2014v32n1p21

Numa sociedade quase totalmente estruturada sobre textos escritos, as práticas de literacia com que os indivíduos têm de se envolver diariamente são diferentes ordens e complexidades. A crença de que a participação no mundo da escrita depende apenas do domínio de habilidades específicas de compreensão (principalmente) e de produção de textos tem vindo a ser teórica e empiricamente desconstruída, particularmente no contexto do que tem vindo a ser chamado Novos Estudos de Literacia, que advogam a literacia como um conjunto de práticas sociais, histórica e culturalmente situadas, onde têm lugar eventos mediados por textos. Esta mesma perspetiva coloca sob escrutínio o que conta como literacia e, ao fazê-lo, a relação entre literacias institucionais ou dominantes e as pessoais ou vernáculas. Dessa forma, neste texto apresentamos alguns resultados de um estudo realizado junto de adultos que frequentaram processos de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC), cujo principal objetivo foi compreender de que modo este processo educacional contribui para a transformação de identidades letradas. Os dados foram obtidos por questionário junto de 113 adultos, por recolha de documentos, e por entrevista. Da análise e cruzamento da informação obtida pode-se concluir o alargamento dos repertórios de práticas de literacia, por parte destes adultos tidos como “iletrados”, mas também de outras transformações nas suas identidades letradas, nomeadamente os seus ‘novos’ posicionamentos face às suas práticas vernáculas.


Palavras-chave


Educação de Adultos; Novas Oportunidades; Letramento

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-795X.2014v32n1p21

Direitos autorais 2014 Maria de Lourdes Dionísio

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.