DocênciaS na/com a contemporaneidade: experiências (trans)formadoras em meio à cultura digital e em rede

Adriana Rocha Bruno, Lucila Pesce

Resumo


O presente artigo aborda as docênciaS na contemporaneidade, em meio à cultura digital e em rede. A multiplicidade, uma das marcas do mundo atual, convoca todos à distorção de olhares, maximização de percepções, escutas e odores, eclosão de paladares, para a vivência paradoxal, em dimensões atemporais e pluriespaciais. O diverso e o plural coexistem e, assim, são contraditórios, complexos e também instigantes. Para falar/pensar em processos formativos, docência e discência, neste contexto faz-se necessário plurificar. Dessa forma, justifica-se a expressão docênciaS, com destaque para a letra S, plural, múltipla. Para tratar de um tema tão vasto e complexo, são apresentados três pontos de “flexão”: 1) Oroboro: a persistência/insistência da docência apartada da discência; 2) a cultura digital e em rede: desdobrando ideias para a prática do desapego; 3) temas e dilemas atuantes como campo de possibilidades nas/com as docênciaS contemporâneas. Todos estes pontos são desenvolvidos/debatidos por meio das pesquisas que foram realizadas nos últimos anos, em articulação com as experiências de docências, agenciadas pelas investigações sobre as práticas pedagógicas cocriadas na cibercultura.


Palavras-chave


Docências contemporâneas; Cultura digital; Experiências e redes

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-795X.2015v33n2p589

Direitos autorais 2016 Adriana Rocha Bruno, Lucila Pesce

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.