O queer e a aids na exposição Queermuseu

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1806-9584-2022v30n175514

Palavras-chave:

queer, aids, exposição, Queermuseu

Resumo

Este artigo aborda a manifestação do queer e da aids na exposição Queermuseu: Cartografias da diferença na arte brasileira. Com curadoria de Gaudêncio Fidelis, a mostra, inaugurada e censurada no ano de 2017, é contextualizada a partir de seu encerramento prematuro e também das críticas que recebeu por sua abordagem frágil da diferença. A partir das considerações de autores como David Getsy (2016), Douglas Crimp (2004), Guacira Louro (2001) e Larissa Pelúcio (2014), a relação entre o queer e a enfermidade foi investigada nos textos do catálogo da Mostra, utilizando como método a análise de conteúdo. Tal estudo permitiu perceber que a abordagem do tema na exposição foi superficial, sem apresentar um debate teórico satisfatório ou mesmo um conceito sólido sobre o queer, sendo um dos principais indícios dessa fragilidade a ignorância sobre a sua relação com a crise da aids.

Biografia do Autor

Ricardo Henrique Ayres Alves, Universidade Federal do Rio Grande do Sul/ Universidade Estadual do Paraná

Doutorando no PPGAV do Instituto de Artes - UFRGS. Professor no Centro de Artes da Escola de Música e Belas Artes do Paraná da UNESPAR

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BATAILLE, Georges. História do olho. São Paulo: Cosac Naify, 2003.

BAUDRILLARD, Jean. O sistema dos objetos. São Paulo: Perspectiva, 1993.

BUTLER, Judith. Cuerpos que importan. Buenos Aires, Argentina: Paidós, 2012a.

BUTLER, Judith. Deshacer el género. Barcelona, España: Paidós, 2012b.

BUTLER, Judith. El género en disputa: el feminismo y la subversión de la identidad. Barcelona, España: Paidós, 2013.

CHIARELLI, Tadeu (Org.). Erotica. Os sentidos na arte. São Paulo: Associação de Amigos do CCBBSP, 2005.

CRIMP, Douglas. Melancholia and Moralism: Essays on AIDS e Queer Politics. Cambridge, USA: MIT Press, 2004.

DOMÍNGUEZ-RUVALCABA, Héctor. Latinoamérica Queer. Cuerpo y política queer en América Latina. Ciudad de México, México: Ariel, 2019.

FIDELIS, Gaudêncio. Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira. São Paulo: Santander Cultural, 2017.

GARCIA, Wilton. Homoerotismo & imagem no Brasil. São Paulo: Nojosa, 2004.

GETSY, David (Org.). Queer. Documents of Contemporary art. Cambridge, EUA: The MIT Press; London, England: Whitechapel Gallery, 2016.

GUASCH, Anna Maria. Los manifiestos del arte posmoderno. Textos de exposiciones, 1980-1995. Madrid, España: Akal, 2000.

LAURINDO-TEODORESCU, Lindinalva; TEIXEIRA, Paulo Roberto. Histórias da aids no Brasil, v. 1: as respostas governamentais à epidemia de aids. Brasília: Ministério da Saúde/Secretaria de Vigilância em Saúde/Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, 2015.

LOURO, Guacira Lopes. “Teoria Queer - uma política pós-identitária para a educação”. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 9, n. 2, p. 541-533, jul./dez. 2001.

MASCARENHAS, Gregório. “Na capital da Aids no país, Gapa/RS perde sua sede”. Sul 21, 14/08/2017. Disponível em https://www.sul21.com.br/cidades/2017/08/na-capital-da-aids-no-pais-gapars-perde-sua-sede/. Acesso em 07/12/2018.

MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um aprendizado pelas diferenças. 3 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

PELÚCIO, Larissa. “Traduções e torções ou o que se quer dizer quando dizemos queer no Brasil?”. Periódicus, Salvador, v. 1, n. 1, p. 1-24, maio/out. 2014.

PERLONGHER, Néstor. O que é aids. São Paulo: Brasiliense, 1987.

PRECIADO, Paul Beatriz. Manifesto Contrassexual. Práticas subversivas de identidade sexual. São Paulo: n-1 edições, 2014.

REIS, Paulo. “Limiar da visualidade: artes visuais e a crise da aids”. In: FREITAS, Arthur et al. Imagem, narrativa e subversão. São Paulo: Intermeios, 2016. p. 231-239.

RUBIN, Gayle. Políticas do sexo. São Paulo: Ubu, 2017.

SANT’ANA, Tiago. “Queermuseu: A apropriação que acabou em censura”. Le Monde Diplomatique Brasil, 18/09/2017. Disponível em http://diplomatique.org.br/queermuseu-a-apropriacao-que-acabou-em-censura/. Acesso em 07/12/2018.

TAVARES, Márcio. “Cultura brasileira, cultura de massas, cultura queer”. In: FIDELIS, Gaudêncio. Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira. São Paulo: Santander Cultural, 2017. p. 31-33.

TREVISAN, João Silvério. Devassos no paraíso: a homossexualidade no Brasil, da colônia à atualidade. 4 ed. Rio de Janeiro: Objetiva, 2018.

Downloads

Publicado

2022-05-23

Edição

Seção

Artigos