A valoração nas sentenças com adjuntos modais do conto “Grace”, de Joyce, e de duas de suas reinstanciações para o Português do Brasil

Roberta Rego Rodrigues

Resumo


A Valoração é um sistema semântico-discursivo interpessoal que prevê significados de Atitude, Comprometimento e Gradação (MARTIN; WHITE, 2005). Este artigo tem por objetivo investigar de forma geral os três sistemas valorativos nas sentenças com Adjuntos Modais do conto “Grace”, de James Joyce (2001), e em duas Reinstanciações para o português do Brasil, uma feita por José Roberto O’Shea (JOYCE, 2012) e a outra produzida por Guilherme da Silva Braga (JOYCE, 2013). Foi utilizada uma planilha eletrônica com três abas para a classificação e a quantificação de dados. Os resultados mostram que os Adjuntos Modais são importantes para a identificação de significados valorativos. Pode-se concluir que as categorias mais frequentes nos contos são Julgamento, Heteroglossia e Força.


Palavras-chave


Reinstanciação interlinguística; Valoração; Adjuntos modais; Contos

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALVES, D. A. S.; ASSIS, R. C. Métodos de investigação em corpora: Ferramentas para classificação de dados extraídos de corpora de pequenas dimensões para análises discursivas. In: ESCOLA BRASILEIRA DE LINGUÍSTICA COMPUTACIONAL, 8 & ENCONTRO DE LINGUÍSTICA DE CORPUS, 13, 2015, João Pessoa. Anais... João Pessoa: UFPB, 2016, p. 1- 17.

BRAGA, G. S. O tradutor de Dublinenses fala sobre tradução e James Joyce. Entrevista concedida a LP&M EDITORES, 2012. Disponível em: Acesso em: 15 jan. 2019.

CRYSTAL, D. A little book of language. New Haven/London: Yale University Press, 2011.

DIAS, C. G. Valoração e Variações Semânticas: um estudo das reinstanciações de estágios discursivos de Things Fall Apart e Arrow of God. 2018. 150 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018.

EGGINS, S. An introduction to systemic functional linguistics. London/New York: Continuum, 2004.

HALLIDAY, M. A. K. An introduction to functional grammar. 2 ed. London/New York: Edward Arnold, 1994.

HALLIDAY; M. A. K.; MATTHIESSEN, C. M. I. M. Halliday's introduction to functional grammar. 4 ed. London/New York: Routledge, 2014.

HOOD, S. Summary writing in academic contexts: implicating meaning in processes of change. Linguistics and Education, n. 19, p. 351–365, 2008.

JOYCE, J. Grace. In: JOYCE, J. Dubliners. Ware: Wordsworth Editions, 2001. (Obra literária primeiramente publicada em 1914).

______. Graça. In: JOYCE, J. Dublinenses. Tradução de José Roberto O’Shea. São Paulo: Editora Hedra, 2012.

______. Graça. In: JOYCE, J. Dublinenses. Tradução de Guilherme da Silva Braga. Porto Alegre: L&PM Editores, 2013.

MACKEN-HORARIK, M.; ISAAC, A. Appraising appraisal. In: THOMPSON, G; ALBA-JUEZ, L. (ed.) Evaluation in context. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, p. 67-92, 2014.

MAGALHÃES, C. M.; DIAS, G. C. Variações semânticas de valoração em reinstanciações portuguesas e brasileiras Things fall apart e Arrow of God. Cadernos de Tradução (UFSC), v. 38, n. 3, p. 319-351, 2018.

MARTIN, J. R. English text: system and structure. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins, 1992.

______. Innocence: realisation, instantiation and individuation in a Botswanan town. In: KNIGHT, N.; MAHBOOB, A. (ed.) Questioning Linguistics. Cambridge: Cambridge Scholars Publishing, p. 27-54, 2008.

______. Semantic variation – modeling realization, instantiation and individuation in social semiosis. In: BEDNAREK, M.; MARTIN, J. R. New discourse on language: functional perspectives on multimodality, identity, and affiliation. London/New York: Continuum, p. 1-34, 2010.

______. The Discourse Semantics of Attitudinal Relations: continuing the study of lexis. Russian Journal of Linguistics, v. 21, n. 1, 2017.

MARTIN, J. R.; ROSE, D. Working with discourse: meaning beyond the clause. London/New York: Continuum, 2007.

MARTIN, J. R.; WHITE, P. R. R. The language of evaluation: appraisal in English. Basingstoke/New York: Palgrave Macmillan, 2005.

MARTINS, A. E. Valoração e Variações Semânticas: um estudo sobre duas reinstanciações para o português de A late encounter with the enemy e The artificial nigger. 2018. 160f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte.

O’SHEA, J. R. Introdução. In: JOYCE, J. Dublinenses. Tradução de José Roberto O’Shea. São Paulo: Editora Hedra, p. 7-17, 2012.

RODRIGUES, R. R. Valoração em contos de James Joyce e em duas de suas traduções para o português do Brasil sob a ótica dos Adjuntos Modais. 2017. 16f. Projeto de Pesquisa (Pós-doutorado em Linguística Aplicada) – Centro de Letras e Comunicação, Universidade Federal de Pelotas. Pelotas.

RODRIGUES-JÚNIOR, S. A.; BARBARA, L. Linguistic constructions of appraisal in the novel The Picture of Dorian Gray and its Brazilian translation and adaptations: an exploratory analysis. RBLA, v. 13, n. 1, p. 259-285, 2013.

SOUZA, L. M. F. A tradução de termos de recentes desenvolvimentos da linguística sistêmico-funcional para o português brasileiro. Tradução & Comunicação: Revista Brasileira de Tradutores, n. 22, p. 73-90, 2011.

______. Interlingual re-instantiation – a new systemic functional perspective on translation. Text&Talk, n. 33(4-5), p. 575-594, 2013.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2019v39n3p249



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.