Herberto Helder Tradutor de Poéticas Não-Europeias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2019v39nespp348

Palavras-chave:

Herberto Helder, Poemas Mudados, Poéticas Ameríndias

Resumo

O intuito deste artigo é refletir sobre os “poema mudados para o português” do poeta Herberto Helder. Muitos deles são de poéticas não-europeias. A partir da análise de alguns poemas ameríndios, propomos discutir as implicações de suas escolhas e de como pode ser interpretada pela antropologia contemporânea.

Biografia do Autor

Álvaro Faleiros, Universidade de São Paulo, São Paulo, São Paulo

Doutor em Letras (Língua e Literatura Francesa) pela Universidade de São Paulo (2003). É professor livre-docente de Literatura Francesa da USP. Tem experiência na área de Poesia e Tradução, atuando principalmente nos seguintes temas: tradução, poética comparada e poesia. É também tradutor, poeta e cancionista. email: faleiros@usp.br

Pedro Cesarino, Universidade de São Paulo, São Paulo, São Paulo,

Pedro de Niemeyer Cesarino é graduado em filosofia pela Universidade de São Paulo, mestre e doutor em antropologia social pelo Museu Nacional/ UFRJ. Deselvolve pesquisas em etnologia indígena, com ênfase em estudos sobre xamanismo, cosmologia, tradições orais, tradução e antropologia da arte. Realizou um pós-doutorado Departamento de Letras da Universidade de São Paulo (2008-2010). Foi Professor-Adjunto de Antropologia da Arte no Departamento de História da Arte da Universidade Federal de São Paulo. Atualmente, é professor do Departamento de Antropologia da Universidade de São Paulo, na área de pesquisa Antropologia das Formas Expressivas. É pesquisador do Centro de Estudos Ameríndios (CESTA/USP).

Referências

BUESCU, Maria Helena. “Uma ideia de poesia omnívora”. Diacrítica, [s.l], 23/3 (2009), 49-63. Disponível em: http://cehum.ilch.uminho.pt/cehum/static/publications/diacritica_23-3.pdf#page=49. Acesso em: 30 ago. 2019.

COSTA, Erick Gontijo. “Articulações entre corpo, escrita, paisagem e tradução na poética de Herberto Helder”. Signo. [s.l], 41/71 (2016), 39-50. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/signo/article/view/7071. Acesso em: 30 ago. 2019.

CAILLOIS, Roger; LAMBERT, Jean-Clarence. Trésor de la poésie universelle. Paris, Gallimard/Unesco, 1958.

CESARINO, Pedro de Niemeyer (Org.). Quando a Terra deixou de falar - cantos da mitologia marubo. São Paulo: Editora 34.

CHRISTINO, Beatriz Protti. A rede de Capistrano de Abreu (1853-1927): uma análise historiográfica do rã-txa hu-ni-ku-ĩ em face da Sul-americanística dos anos 1890-1929. Tese de doutorado, USP, 2006.

COUTS, Patrícia Alexandra Matias Gomes dos Santos de Antunes. A Poesia Toda ou os Poemas Completos: variantes, flutuações e práticas textuais em HerbertoHelder. Tese de doutorado, Universidade Nova de Lisboa, 2018.

FERNANDEZ, Rafaella Dias. “A tradução poética na obra de Herberto Helder”. Elyra, [s.l], 9 (2017),125-139. Disponível em http://www.abralic.org.br/anais/arquivos/2014_1434480735.pdf. Acesso em: 03 set. 2019.

GUEDES, Maria Estela. A obra ao rubro de Herberto Helder. São Paulo: Escrituras, 2010.

HELDER, Herberto. Photomaton & vox. Lisboa: Assírio & Alvim, 1995.

HELDER, Herberto. Poesia toda. Lisboa: Assírio & Alvim, 1996.

HELDER, Herberto. Ouolof: poemas mudados para português. Lisboa: Assírio & Alvim, 1997a.

HELDER, Herberto. Poemas ameríndios: poemas mudados para português. Lisboa: Assírio & Alvim, 1997b.

HELDER, Herberto. O bebedor nocturno: poemas mudados para português. Lisboa: Assírio & Alvim, 2013.

OLIVEIRA, Alice Haibara. Já me transformei: modos de circulação e transformação de pessoas e saberes entre os Huni Kuin (Kaxinawá). Dissertação de mestrado, USP, 2016.

SEDLMAYER, Sabrina. “Além Atlântico: a prática a tradutória de Herberto Helder”. Cadernos de Tradução, no especial 9, 2014), 198-211. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/article/view/2175-7968.2014v3nespp198. Acesso em: 03 set. 2019.

SILVA, Marco A. F. “Entre a tradução e a criação: Herberto Helder e os Poemas mudados para Português”. Revista de Letras da Universidade Católica de Brasília. [s.l], 5.1 (2012), 59-67. Diponível em: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RL/article/view/3285. Acesso em: 03 set. 2019.

SILVA, João Amadeu Oliveira Carvalho. “A poesia de Herberto Helder entre os índios Caxinauás e a contemporaneidade brasileira”. Convergência Lusíada, [s.l], 29 (2013), 131-140. Disponível em: http://rgplrc.libware.net/ojs/index.php/rcl/article/view/206. Acesso em: 29 jul. 2019.

TEIXEIRA, Claudio Alexandre de Barros. A recepção da poesia japonesa em Portugal. Tese de doutorado, USP, 2014.

Downloads

Publicado

2019-12-19