Contribuições do Modelo de Carol Kuhlthau para a pesquisa sobre Comportamento Informacional e Competência em Informação no Brasil

Carlos Robson Souza da Silva, Thiago Pinheiro Ramos de Oliveira, Thiciane Mary Carvalho Teixiera, Maria de Fátima Oliveira Costa, Jefferson Veras Nunes

Resumo


Objetivo: Identificar na produção científica brasileira em Biblioteconomia e Ciência da Informação a utilização do Information Search Process (ISP) de Carol Kuhlthau em estudos sobre comportamento informacional e competência em informação.

Método: Utiliza como método a revisão sistemática de literatura, a fim de responder a questão norteadora. Os termos foram mapeados no Tesauro Brasileiro de Ciência e Informação elaborado pelo Instituto Brasileiro de Informação, Ciência e Tecnologia (IBICT). Traça discussão a respeito da temática a partir dos artigos recuperados na BRAPCI. Foram utilizados os operadores booleanos AND e OR como estratégia de busca para pesquisar os termos: comportamento informacional, Kuhlthau, competência em informação, competência informacional, hábitos do usuário e estudo de usuários.

Resultado: Aos 12 registros recuperados foram aplicados critérios de exclusão sobrando apenas quatro artigos para leitura exploratória dos resumos a fim de identificar a pertinência com a delimitação da temática. Dois deles objetivavam utilizar o ISP para definir critérios para a avaliação e a criação de programas de Competência em Informação, enquanto os outros dois o utilizaram para compreender o comportamento informacional dos grupos estudados.

Conclusões: Conclui que o modelo ISP, criado por Kuhlthau, apesar de ser originalmente desenvolvido para a pesquisa em Comportamento Informacional, tem sido adotado no Brasil como fundamentação metodológica e conceitual para identificar o processo de busca por informação dos usuários estudados em determinado contexto e, posteriormente, planejar e implementar estratégias que promovam a aprendizagem informacional e a Competência em Informação.


Palavras-chave


Competência em Informação; Comportamento Informacional; Information Search Proccess

Referências


AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS. Report of the Presidential Committee on information literacy: Final Report. [S. l], 1989. Disponível em:. Acesso em 18 de jun. 2018.

ANTUNES, Maria L. Amorim; DUARTE, Adriana Bogliolo Sirihal. Guided Inquiry e Construtivismo: novos métodos de aprendizagem e a biblioteca escolar. Biblioteca Escolar em Revista, v. 5, n. 1, p. 19-35, 2016. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/berev/article/view/112156>. Acesso em 02 dez.. 2018.

ARAÚJO, C. A. V. O sujeito informacional no cruzamento da ciência da informação com as ciências humanas e sociais. Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, v. 14, 2013. Disponível em: < http://www.brapci.inf.br/index.php/article/view/0000013862/d9c6d393dc8caf7a9d16b95dd91b3110> Acesso em 02 dez. 2018.

BARRETO, Rayara Bastos; SOUSA, Laiana Ferreira de. Protagonismo midiático infantil: análise do comportamento informacional de vlogueiros contadores de histórias. Informação em Pauta, v. 2, n. especial, jan./jun. 2018. Disponível em: < http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/20654>. Acesso em 02 dez. 2018.

COLEPICOLO, Eliane. Buscando informação científica de qualidade para pesquisa em psicologia. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, Londrina, v. 5, n. 2, p. 133-142, 2014. Disponível em: . Acesso em: 26 jun. 2018.

CORDEIRO, A. M.; Oliveira, G. M. de; et. al. Revisão sistemática: uma revisão narrativa. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Rio de Janeiro, v. 34, n. 6, p. 428-431, Nov. / Dez., 2007. Disponível em: . Acesso em: 26 jun. 2018.

COSTA, A. B.; ZOLTOWSKI, A. P. C. Como escrever um artigo de revisão sistemática. In: KOLLER, S. H.; COUTO, M. C. P. de P.; HOHENDORFF, J. V. (Org.). Manual de produção científica. Porto Alegre: Penso, 2014. cap. 3.

GASQUE, Kelley Cristine Gonçalves Dias; COSTA, Sely Maria de Souza. Evolução teórica-metodológica dos estudos de comportamento de usuários. Ciência da Informação, v. 39, n. 1, jan./abr. 2010. Disponível em:. Acesso em 02 dez. 2018.

GONÇALVES, Renata Braz; GODINHO, Natalia Bermudez. Práticas de pesquisa de estudantes de Biblioteconomia e Arquivologia: uma abordagem sobre os aspectos afetivos envolvidos e a Competência Informacional. REBECIN, v. 1, n. 1, p. 75-93, jan./jun. 2014. Disponível em: < http://abecin.org.br/portalderevistas/index.php/rebecin/article/view/9>. Acesos em 02 dez. 2018.

KUHLTHAU, Carol. Information Search Process. Disponível em: < http://wp.comminfo.rutgers.edu/ckuhlthau/information-search-process/>. Acesso em 02 dez. 2018.

KUHLTHAU, Carol. Information Skills for na Information Society: review of research Washington, DC: ERIC, 1987. Disponível em: < https://eric.ed.gov/?id=ED297740>. Acesso em 02 dez.. 2018.

SILVA, Andréia Santos Ribeiro; LIMA, Marcia Ferreira. Estudo de usuários para o desenvolvimento das atividades nas bibliotecas do Instituto Federal da Bahia. Informação em Pauta, v. 3, n. 2, jan./jun. 2018.

TANUS, G. F. de S. C. Enlace entre os estudos de usuários e os paradigmas da ciência da informação: de usuário a sujeitos pós-modernos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 144-173, jul./dez. 2014. Disponível em: < https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/290>. Acesso em 02 dez. 2018.




DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2019.e65234



Direitos autorais 2020 Thiago Pinheiro Ramos de Oliveira, Carlos Robson Souza da Silva, Maria de Fátima Oliveira Costa, Thiciane Mary Carvalho Teixiera, Jefferson Veras Nunes

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)