Educação em Astronomia: da revisão bibliográfica sobre concepções alternativas à necessidade de uma ação nacional

Rodolfo Langhi

Resumo


Desde que o chamado movimento das concepções alternativas produziu um lastro de resultados de pesquisas e ampla bibliografia nestas últimas décadas, continuamos a nos inquietar com a problemática da persistência dessas concepções em professores e alunos egressos da Educação Básica. Por isso, neste artigo, preocupamo-nos em debater o seguinte questionamento: para qual direção e atitude atual nos apontam os resultados de pesquisas sobre Educação em Astronomia efetuadas durante o chamado movimento das concepções alternativas? Após apresentar o apoio em uma revisão bibliográfica sobre a pesquisa no âmbito das concepções alternativas em Astronomia, conduzimos uma breve reflexão crítico-ativista sobre a situação vigente da Educação em Astronomia no Brasil, evidenciando a necessidade de tomadas de posição e ações nacionais a respeito, envolvendo as comunidades de astrônomos amadores e profissionais, pesquisadores em ensino de Ciências e a escola.


Palavras-chave


Concepções alternativas; Educação em Astronomia; Formação inicial e continuada de professores

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2011v28n2p373

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >