Um estudo exploratório sobre os aspectos motivacionais de uma atividade não escolar para o ensino da Astronomia

Rodolfo Langhi, Bruno Andrade Martins

Resumo


Esta pesquisa teve o objetivo de estudar os aspectos que conduzem à motivação para aprender Astronomia por parte do público-alvo em um espaço não escolar. Apesar de a literatura da área apontar com frequência que a Astronomia é considerada motivadora, não há trabalhos com fundamentação teórica sobre conceitos específicos que envolvam a motivação. Utilizando atividades de observação da Lua com telescópios disponíveis ao público em um ambiente não escolar, visamos responder à questão central: a partir dos aspectos motivacionais encontrados nos participantes da atividade em questão, podemos considerar que estes apresentaram indícios de motivação intrínseca e que a Astronomia foi de fato um fator motivacional para a participação na atividade? Para o estudo da motivação, usamos como referencial teórico a Teoria da Autodeterminação que se dedica a estudar a personalidade e a motivação humana como as motivações intrínseca e extrínseca. Para nortear a análise fundamentamo-nos no referencial metodológico qualitativo da Análise Textual Discursiva, que busca a compreensão das novas interpretações a partir dos dados da pesquisa. Nossos resultados apontam que a Astronomia pode ser considerada motivadora para casos semelhantes ao aqui estudado, pois foram diagnosticados, em uma grande parte dos dados, indícios de motivação intrínseca nos participantes. Os resultados também mostraram que os espaços não escolares de ensino podem complementar o trabalho da escola na alfabetização e letramento científico da comunidade, mostrando assim a importância de se desenvolver atividades como esta a fim de contribuir para a aprendizagem. 


Palavras-chave


Educação em Astronomia; Ambientes Não Escolares; Teoria da Autodeterminação; Motivação

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2018v35n1p64

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >