Natureza da Ciência no ensino de ciências: uma proposta baseada em “temas” e “questões”

André Ferrer Pinto Martins

Resumo


Este artigo aborda questões relativas ao saber sobre a ciência no ensino de ciências, em particular a questão “o que ensinar” no que diz respeito a conteúdos metacientíficos. Exploramos a existência de uma “visão consensual” (VC) sobre a Natureza da Ciência (NdC) na literatura de pesquisa da área de ensino de ciências, mostrando que há diferentes rotas, terminologias, pontos de partida e conclusões quando analisamos a literatura em torno desse “consenso”. Em seguida, evidenciamos certas características – de forma e de conteúdo – da VC e apresentamos determinadas críticas já endereçadas a ela, particularmente aquelas relativas ao uso de conhecimento declarativo pela VC, como também relativas aos conteúdos de algumas dessas afirmações. Na seção final do trabalho, sugerimos o que consideramos ser uma abordagem mais aberta, plural e heterogênea para lidar com o saber sobre a ciência no currículo escolar de ciências. Essa abordagem, baseada em “temas” e “questões”, em vez de “princípios”, tenta superar algumas das críticas previamente discutidas.


Palavras-chave


Saber sobre a Ciência; Natureza da Ciência; Epistemologia; Currículo de Ciências

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2015v32n3p703

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >