Uma montagem de câmara de nuvens por difusão para museus de ciências e laboratórios didáticos

Osmar Henrique Moura Silva, Carlos Eduardo Laburú

Resumo


Câmaras de nuvens são interessantes experimentos onde se evidenciam traços produzidos por partículas subatômicas. Na versão de difusão para fins educacionais e demonstrativos, a necessária refrigeração da parte inferior da câmara tem sido popularmente estabelecida com o uso de gelo seco, nitrogênio líquido ou dispositivos termoelétricos (pastilhas Peltier). Este trabalho sugere uma proposta diferenciada de montagem, de custo relativamente baixo, cujo sistema de refrigeração por ciclo de compressão se mostra vantajoso nos seguintes aspectos: ampla área de observação de traços; automatização da refrigeração sem manutenção; duração das demonstrações por horas. Tal proposta de câmara é conveniente para exposição em ambientes de educação não formal, como museus de ciências e similares, procurando, nesse sentido, contribuir ao levar em conta os altos valores de câmaras de nuvens comercializadas com essas características. A proposta pode ser também aproveitada em laboratórios didáticos de universidades e demais interessados.


Palavras-chave


Proposta de Montagem; Câmara de Nuvens de Difusão; Museus de Ciências e Similares; Laboratórios Didáticos

Texto completo:

PDF/A

Referências


ARQÜELLO, C. A. In: Educação para a ciência: curso para treinamento em centros e museus de ciência. São Paulo: Editora Livraria da Física. 2001, p. 145-148.

BERNASIUK, M. E.; BORCELLI, A. F.; AURICH, N. K. Atividades interativas e suas contribuições para o ensino de Física. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE FÍSICA, XVIII, 2009, Vitória, ES. Atas...

CÂMARA DE NUVENS PARA DETECTAR PARTÍCULAS CÓSMICAS. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2018.

CHELINI, M. E.; LOPES, S. G. B. C. Exposições em museus de ciências: reflexões e critérios para análise. Anais do Museu Paulista, v. 16, n. 2, p. 205-238, jul-dez, São Paulo, 2008.

DENTILLO, D. B. Centros e museus crescem, mas investimento ainda é insuficiente. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 65, n. 2, p. 12-13, abr./jun. 2013.

DIERKING, L. D. Lessons without limit: how free-choice learning is transforming science and technology education. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 12 (supplement), p. 145-160, 2005.

FERREIRA, G. L.; CARVALHO, D. F. A ciência pode emocionar: a criação de um artefato interativo em um museu de ciências. Revista Fórum Identidades, v. 22, n. 22, jan./abr., p. 71-84, 2016.

GASPAR, A. Museus e Centros de Ciências: Conceituação e Proposta de um Referencial Teórico. 1993. Tese (Doutorado na área de Didática) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo.

KAMATA, M.; KUBOTA, M. Simple cloud chambers using gel ic packs. Physics Education, v. 47, n. 4, p. 429-433, 2012.

LANGSDORF, A. A continuously sensitive cloud chamber. Physical Review, v. 49, p. 422, 1936.

MALVINO, A.; BATES, D. Eletrônica. 8. ed. AMGH Editora Ltda, 2016. v. 1.

MECONAL, S. G. Isothermally Heatsunk Diffusion Clould Chamber Refrigerator. United States Patent, Aug. 27, 1986.

NADA SCIENTIFIC. Peltier Cloud Chamber (SKU: N99-B10-7762). Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2018.

PASCO. Diffusion Cloud Chamber. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2018.

PHYWE. Cloud Chamber W Peltier Cooling (09043-01). Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2018.

PHYWE. Diffusion Cloud Chamber (45 x45 cm PJ45). Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2018.

PHYWE. Diffusion Cloud Chamber (80 x 80 cm, PJ80, 230V). Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2018.

PINHEIRO, L. A. A câmara de nuvens: uma abordagem integrada entre a Física Clássica e a Física Moderna. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 32, n. 2, p. 517-528, ago. 2015.

SILVA, O. H. M.; ARRUDA, S. M.; LABURÚ, C. E.; BUENO, E. A. S. Pêndulo de Wilberforce: uma proposta de montagem para ambientes educativos informais e laboratórios didáticos. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 30, n. 2, p. 409-426, ago. 2013.

STONG, C. L. The amateur scientist: how to fit a diffusion cloud-chamber with a magnet and other accesories. Scientific American, p. 173-184, jun, 1959.

VALENÇA, V. L. C. A criação do Museu das Crianças de Santa Catarina: uma experiência em andamento. Perspectiva, v. 24, n. 1, p. 319-338, jan/jun 2006.

WILSON, C. T. R. On a Method of Making Visible the Paths of lonising Particles through a Gas. In: Proceedings of the Royal Society of London. Series A. Containing Papers of a Mathematical and Physical Character, v. 85, n. 578, p. 285-288. Published by: Royal Society, jun. 9, 1911.

WILSON, C.T.R. On an expansion apparatus for making visible the tracks of ionising particles in gases and some results obtained by its use, Philosophical Transactions of the Royal Society A.87, p. 277-292, 1912.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2019v36n2p514

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >